Busca:






Adelmo Borges


Os caminhos da administração pública



A maioria da população, salvo aqueles se capacitaram no assunto e os que adquiriram experiência na prática de muitos anos, não conhecem e não levam em consideração a complexidade da administração pública como elemento para exercitar o processo de escolha dos governantes, seja na esfera federal, estadual e municipal. Normalmente a escolha se situam na imagem dos pleiteantes, sua desenvoltura em campanha e suas promessas eleitorais, mesmo sem o aval da fidelidade.


Assim não são observadas as complexidades políticas em relação a escolha dos auxiliares de primeiro e segundo escalão, assessores direto, assim como a relação definida com o poder Legislativo com a atribuição de fiscalizar os atos do executivo e analisar suas propostas de caráter legal. Nesta fase, o contexto é totalmente político, não cabe sentimentos pessoais para evitar dificuldades, percalços e desgastes futuros.


As questões administrativas são relevantes para manter a equipe motivada e os servidores/funcionários movidos no sentido de garantir a produtividade, assim como a efetivação de uma politica de promoção funcional e uma remuneração equivalente a importância funcional.


Os poderes executivos e legislativos são conduzidos inicialmente pelos princípios constitucionais e por leis ordinárias. Assim a administração necessita de pessoas com perfil técnico para observar os limites e as possibilidades para o exercício do mandato. Questões jurídicas com relação a lei de responsabilidade Fiscal, processos licitatórios para serviços e obras, assim como a elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentária, orçamento anual, proposições através de projetos para analise do legislativo e consequente homologações e vetos.


Assim, tais conhecimentos pode permitir uma escolha consciente a partir do reconhecer as possibilidades de cumprimento das proposições de campanha dos pleiteantes diante da complexidade da administração, da escolha dos executivos setoriais e dos executores direto da produção de politicas públicas em direção anseios da população e a execução final.


Nesse contexto, a não observação desse ambiente complexo pode fomentar uma frustação futura, uma conturbação político-administrativa com danos sensíveis para a população.


Pense muito para decidir em quem votar para dirigir as instancias executiva e legislativa. Nessas épocas, muitos loucos, além muitos mau intencionados, buscam passar para o eleitorado um mar de rosas.


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é dirigente do Rede Sustentabilidade de Camaçari


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor


 
Últimas Publicações

Mar tranquilo não produz bom marinheiro
Medo de que?
Uma loucura
Roda da história II
A busca do sol
Agenda perdida
Traição ou escolha?
O preço da escolha
Cenário 2020
Fundo de quintal
Tá pago
Perfil e Perfis
Aranhões nos joelhos e cicatrizes nas canelas
Dilema
O novo
O novo
Os caminhos da administração pública
A caverna
Governantes e governados


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL