Busca:






Adelmo Borges


A busca do sol



 Com o desgaste da gestão Ademar Delgado, dentro de um contexto partidário interno e desavenças pessoais com Luiz Caetano, Elinaldo despontou como a expectativa de nutrir o anseio da população por uma prestação de serviços básicos (educação, saúde, mobilidade urbana, lazer, etc.) eficiente e de fácil acesso.


Esses elementos foram formatados no Programa de Governo de Elinaldo e se encaixou de maneira confortável nas reclamações e denúncias durante o período do Professor Valter e seus sucessores na pasta da educação e, também em relação a condução estabelecida pelo Dr. Vital Sampaio à frente da saúde e Claudécio Taroba no comando da STT.


Os mesmos seguimentos são objeto dos desgastes da gestão Antônio Elinaldo/Eudoro Tude ampliados pela falta de articulação politica junto à comunidade, assim como pela ausência de um sistema de comunicação que produza efeito em relação a imagem do gestor e da administração.


Nesse contexto, a figura do líder se torna fundamental, já que é ele o responsável por motivar seus colaboradores, e minimizar os impactos negativos. A ele cabe exercitar e provocar a capacidade analítica, tanto para encontrar oportunidades como para resolver problemas complexos da gestão; a resiliência para antecipar cenários, projetar novas estratégias e executá-las de maneira exemplar; e a alta proficiência para fomentar o desenvolvimento de ideias. Deve priorizar a combinação entre a construção de produtos e serviços diferenciados com alta margem de otimização e de custos, potencial de inovação, produtividade e capacidade de rápida entrega.


O desafio é alinhar os objetivos do colaborador com a meta da administração. Assim, com acordos claros e bem negociados, é possível perseguir resultados sem perseguir pessoas. Também é preciso manter abertura, estabelecendo um canal direto para que os profissionais da equipe possam compartilhar dúvidas, receios e inseguranças. De maneira a gerar um ambiente confortável e, assim atuar de forma positiva, sem falsas promessas, mas garantindo que os funcionários saibam o que deve ser feito e acreditem no propósito.


A tarefa é complexa e exige um esforço grande diante de um cenário em que a individualidade e a sustentação dos interesses políticos individuais têm predominado entre os principais colaboradores, mais ainda pela competência da oposição em criar fatos de grande impacto negativo no imaginário coletivo da população.


Só não cabe é ficar resmungando pelos quatro cantos da cidade, fazendo-se de vítima. O sistema é bruto e exige decisão para virá o jogo e assim favorecer os munícipes que necessitam de ação do governo local e à cidade.


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é dirigente do Rede Sustentabilidade de Camaçari


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor


 
Últimas Publicações

Mar tranquilo não produz bom marinheiro
Medo de que?
Uma loucura
Roda da história II
A busca do sol


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL