Busca:






Paulo Silva


O leão de juba e unhas cortadas



Quem ouviu a entrevista do deputado federal Luiz Caetano (PT) na rádio Sucesso FM, ao radialista Roque Santos, na última sexta feira (17/20, pode perceber um Caetano sem argumentos convincentes, mostrando claramente sinais de fragilidades. Sendo chamado de mentiroso no ar por um ouvinte. Realmente foi uma situação desconfortável e constrangedora para um deputado federal, com uma história política de altos e baixos em Camaçari.


Durante a entrevista o ex-prefeito e atual deputado federal, tido como um ótimo orador, por várias vezes mordeu a  língua, e tropeçou nas próprias pernas.


Caetano poderia ter evitado esse vexame ocorrido nas últimas eleições em Camaçari, se a vaidade e o egoísmo político não  tivessem superado o desejo de fazer o melhor por Camaçari.


O deputado tido também como um grande articulador político, cometeu erros amadores e gravíssimos nos últimos processos eleitorais; tanto internamente no Partido dos Trabalhadores, como também externamente. 


Nas disputas internas no PT, Caetano sempre levou vantagem, montava chapas, e desarticula os grupos de base, e outras correntes chamadas de tendências, por que o mesmo gozava de uma situação privilegiada como prefeito de Camaçari.


Para se manter no comando do Partido dos Trabalhadores, Caetano não economizava esforços para atropelar companheiros de partido, deixando assim muitos militantes históricos com os nervos a flor da pele. Isso fez com que muitos militantes históricos saíssem do PT, deixando o partido fragilizado a nível municipal, e com a crise política nacional que se meteu o partido, a derrota em Camaçari já era anunciada com antecedência nas últimas eleições em Camaçari.


Um outro agravante para a derrota do PT municipal, foi o rompimento político premeditado com ex-prefeito e ex-colega de partido, Ademar Delgado, indicado por Caetano, em um processo nada democrático.


Foram muitas as barrigadas politicas do deputado federal nos últimos anos, ultimamente usando um slogan de simpatia,  e  conhecido também como um político maquiavélico, o deputado federal Caetano, levantou suspeita do eleitorado Camaçariense no episódio da prisão do atual prefeito Antonio Elinaldo (DEM). Isso também contribuiu para a vitória esmagadora do atual prefeito, sobre o deputado.


A conclusão é que: com as barrigadas políticas de Caetano, juntamente com a péssima administração de Ademar, e a crise política nacional do PT, não se esperava outra coisa de um partido que sempre pregava a renovação e alternância de poder, mas nunca quis colocá-las em prática a nível municipal. O resultado foi a derrota política de Caetano e seus seguidores.


Paulo Silva polasilva@bol.com.br é músico, professor, diretor e autor de teatro, e militante político camaçariense


 
Últimas Publicações

O leão de juba e unhas cortadas


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL