Busca:






Paulo Silva


Jogando o barro na parede




Caro leitor. A corrida eleitoral com chegada prevista para 2020 , já começou em Camaçari. Pequenos e grandes partidos se articulam nos bastidores, na busca de um melhor lugar ao pódio eleitoral.


Como a fase não anda nada boa para as velhas raposas e caciques da politica local; podemos assim chamar devido as experiencias e espertezas politicas de cada um deles, renasce a esperança de novos políticos sonharem com o tão desejado troféu, que para muitos é a prefeitura municipal de Camaçari. Também conhecida como a galinha dos ovos de ouro, Camaçari é uma das cidades mais  importantes e estratégica do Norte e Nordeste, e até mesmo do resto do Brasil; devido ao seu grande potencial industrial e turístico.


Por certo já temos um nome que vai disputar eleição em 2020, é o atual prefeito Antônio Elinaldo, filiado ao DEM, e pré candidato a reeleição, porém seu vice ainda é uma incógnita, devido o mal desempenho eleitoral do seu atual vice prefeito Tude, nas ultimas eleições para deputado estadual.


Na verdade a pressão dos partidos que compõe a base do governo é muito grande; todos querem assumir o lugar do experiente mas desgastado politicamente Tude. Em situações normais, poderíamos até afirmar, que o atual prefeito largaria na frente dessa corrida eleitoral, mas também o vento político tem soprado contra o atual gestor, até mesmo o fogo amigo vem contribuindo para isso, devido uma politica equivocada instalada por ele ou eles dentro  da atual gestão, fruto de uma interferência externa.


Mas, o principal fator que vem causando esse desgaste do prefeito perante a população de Camaçari; não é provocado pelo oposição, mas sim por promessas de campanha que não foram cumpridas até o momento. E se vierem acontecer daqui para frente , já não vai ter o mesmo efeito, se tivesse acontecido nos dois primeiros anos da gestão, e poderão ser classificadas como obras e ações eleitoreiras; devido  a proximidade das eleições.


Promessas como acabar com o projeto família, governar com quem mora aqui, renovação no quadro de nomeados, com cargos de confiança para oxigenar o governo, ficou só na teoria; na prática continua tudo como dantes.


O povo elegeu o atual prefeito, por que estava cansado da velha politica, e queria uma renovação, mas o que estamos vendo , é um governo com uma cabeça nova, mas o corpo está velho e não corresponde ao comando da cabeça.


Por outro lado, a oposição está batendo cabeça, sofrendo um desgaste terrível com o seu principal líder politico fora do páreo, o ex-prefeito e deputado Luis Caetano, que por egoísmo politico, foi derrotado pelo atual prefeito, e agora pelo Tribunal Superior Eleitoral. Na verdade o Partido dos Trabalhadores não se preocupou com a construção de novas lideranças politicas, com capacidade para disputar uma eleição como essa de 2020. Tudo sempre girou em torno de Caetano, que sempre se preocupou em ofuscar o brilho das estrelas menores. Hoje o PT municipal ainda não tem um nome para disputar a eleição municipal devido o desgaste politico de todo seu quadro, quer seja por questões nacionais ou municipais.


Mas, devido todas esses entraves políticos entre oposição e situação, surge os aventureiros de plantão. Muitos nomes são postos como pré-candidatos na tentativa de uma negociação com a oposição ou situação buscando conseguir a vaga de vice-prefeito. Eles estão claramente  jogando barro na parede para ver se cola.


De uma coisa podemos ter certeza, a releição do prefeito Elinaldo está totalmente comprometida, mais por uma questão política do que administrativa, da mesma forma, seria ganhar na loteria se o PT com todos esses desgastes que vem sofrendo viesse eleger o seu candidato. Com tudo isso, crescem as chances de um novo nome surgir, e cair nas graças do povo. Vários partidos buscam esse nome em seus respectivos quadros, mas muitos partidos não conseguiram atingir a cláusula de barreira, que impede essas legendas de receberem o fundo partidário para o financiamento de campanha, deixando cada vez mais distante o sonho de administrar a capital industrial do Nordeste. E não apenas isso, mas um nome com sobriedade politica e comprometido com o povo, um nome que venha gerir Camaçari, com o povo no poder, e realmente com quem mora aqui.


Paulo Silva  polasilva@bol.com.br é professor, escritor, músico, cantor e diretor de teatro


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor


 
Últimas Publicações

Castelo dos sonhos
Carnaverdade
Jogando o barro na parede
Grandes e Pequenos
A importância das escolinhas de esportes e artes, na vida das pessoas
Últimas cartadas
A indústria do tapa-buracos e as derrapagens da gestão Elinaldo


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL