Busca:






Paulo Silva


Castelo dos sonhos



Amigo leitor. Sem duvida nenhuma posso afirmar que assuntos não faltariam para se criar centenas e centenas de textos, escrever livros , fazer peças teatrais, até mesmo bons filmes para cinemas, com os fatos ocorridos no Brasil nos últimos dezesseis anos. 


Como tudo praticamente passa pela politica, hoje falarei sobre a construção e desconstrução  nesse campo , que muitos sabem o que é , mas não tem o conhecimento dos obscuros bastidores dessa desleal e desigual disputa pelo poder. Para muitos a política é coisa do diabo, eu não vejo dessa forma , caso contrário estaríamos submetidos a ele, levando em conta que; praticamente tudo que se refere as questões públicas, passa pela politica; a exemplo de hospitais , escolas, programas sociais, e até mesmo influencia na iniciativa privada.


A verdade é que os escândalos de corrupção promovido por uma grande parte das cúpulas de partidos políticos tradicionais no Brasil, deixou o povo brasileiro descrente com a politica, e com os políticos. Citarei o Partido dos Trabalhadores como uma grande esperança que surgiu nos movimentos sindicais , com uma historia de muitas lutas, e trilhou um longo caminho, até chegar ao topo, e atingindo o orgasmo da politica nacional, que veio a se tornar em um coito interrompido bruscamente.


O partido enquanto esteve no poder juntamente com sua cúpula, conseguiu cair nas graças da maior parte da população brasileira, isso antes das graves participações de seus dirigentes no processo de corrupção no Brasil. O PT conseguiu criar um castelo de sonhos para os brasileiros, que durou pouco tempo, e desmoronou juntos com os seus dirigentes; no entanto não quero simplesmente colocar toda culpa no PT, pois sabemos que esse processo de corrupção no Brasil se instalou desde a vaga historia da descoberta do Brasil, pelos portugueses.


Mas, o Partido dos Trabalhadores chegou ao orgasmo politico nesse país, pregando a anticorrupção, a honestidade e a ética, mas o que vimos foi os seus principais dirigentes fazendo alianças com o pior da classe empresarial e politica brasileira, para se manter no poder; um grande erro politico, que por muitas vezes foram denunciados e repudiado por muitos militantes petistas honestos e éticos, que já previam esses desfecho arrasador para os principais membros da cúpula petista, e que veio atingir grande parte sua militância moralmente, e emocionalmente.


Sem saber o que estava preste acontecer com o Partido dos Trabalhadores, muitos militantes que não concordaram com o modelo de gestão implantada pela cúpula petista, ou seja: tudo pelo poder, foram expulsos do partido , e outros faram forçados a sair, para não conviver com o  toma lá dar cá, desse famigerado jeito de fazer politica, tudo isso com a cumplicidade de grande parte da militância subserviente, que cominou na prisão do seu principal líder politico, que mesmo preso ainda teve forças para impor a candidatura a presidente de sua legenda, cometendo mas um erro de centralização do poder interno, sem ouvir a sua militância. 


Os escândalos do mensalão, pedaladas fiscais, foi a sopa no mel, para a direita brasileira promover o impeachment da ex-presidente Dilma, e desconstruir a esquerda brasileira, mas ninguém jámais esperava que o novo líder da direita seria Jair Bolsonaro. A classe empresarial, e a classe média e rica da sociedade, e parte da grande mídia apostaram todas as fichas na candidatura de Geraldo Alckmin, que não decolou, e Bolsonaro serviu como consolo, por que freou a corrida da esquerda a presidência da república.


Claro que não podemos negar os avanços nas politicas públicas implantada pelo PT no seu primeiro momento de apogeu, mas fica o recado, e eu acho que a ficha já deve ter caído para muita gente, é melhor governar ouvindo o povo, e não apenas ouvindo gananciosos políticos e empresários corruptos.É melhor ouvir os conselhos da mamãe e da vovó: meu filho, quem se mistura com porcos farelos come, e também atentar para as palavras deixada pelo homem mais sábio que já existiu; Jesus Cristo, que disse: o que adianta o homem ganhar o mundo todo e perder sua alma? Podendo ser também sua liberdade, não acham?


Paulo Silva polasilva@bol.com.br é professor, escritor, músico, cantor e diretor de teatro


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor


 
Últimas Publicações

Castelo dos sonhos
Carnaverdade
Jogando o barro na parede
Grandes e Pequenos
A importância das escolinhas de esportes e artes, na vida das pessoas
Últimas cartadas
A indústria do tapa-buracos e as derrapagens da gestão Elinaldo


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL