Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 6 de outubro 2020


Horizontes Assim como no Rádio, na TV, no impresso, e em outros veículos e meios de divulgação, os candidatos ao pleito do dia 15 de novembro só podem falar o que consegue provar. Essa regra não pode ser diferente nas Lives, a grande novidade nesses tempos de política pandêmica.


Horizontes 2 Essa é a tese defendida pela coligação encabeçada pelo atual prefeito de Camaçari, e candidato a reeleição, Antonio Elinaldo (Democratas). Jurídico da coligação entrou nesta terça-feira (6) com inédito pedido de “Direito de resposta” para contestar manifestação feita durante fala “ao vivo” da candidata do PT, a advogada Ivoneide Caetano, transmitida no domingo (4), pela sua página no Facebook.


Horizontes 3 De acordo com o pedido protocolado na 170ª Zona Eleitoral, que o Camaçarico teve acesso, a petista disse durante a Live, transmitida e disponível na sua página no Facebook, que o governo do demista Elinaldo mantém apenas uma UPA em funcionamento na sede, e que descuida com os postos de saúde do município, que segundo ela não funcionam. Ainda de acordo com a petista, até a ajuda que o município dava para a manutenção do Hospital Geral de Camaçari (HGC) foi retirada pelo atual gestor.


Horizontes 4 Pedido, que  classifica as informações apresentadas pela candidata petista como "inverídicas, ofensivas e difamatórias", também solicita da Justiça Eleitoral a imediata retirada da postagem. Com base na Legislação Eleitoral que define “Direito de resposta”, a coligação do alcaide Elinaldo também pede que a manifestação de defesa do demista seja postada na página da candidata pelo dobro de tempo da fala de Ivoneide, e pelo mesmo número de dias que a postagem permaneceu sendo visualizada nas redes sociais.


Vigilância Por falar em Legislação, Camaçari segue longe do cumprimento da Lei. Nesse ano, mesmo com a pandemia da Codid-19 e as suas restrições impostas pelas autoridades médicas, a disputa envolvendo a base, vereador e prefeito, acirra os ânimos e compromete qualquer regra.  


Vigilância 2 Manifestações de candidatos de todos os partidos, cores e tamanhos com aglomeração, guardando, é claro, o oxigênio financeiro das coligações, virou marca na disputa deste ano.  


Vigilância 3 Uma dessas marcas é sistema de som de apoio dos candidatos que mistura sem controle o paredão, o carro de som, o mini-trio e o trio, definidos pela legislação para ambientes específicos. Em comum a todos esses engenhos é o limite máximo de propagação de som a até 80 decibéis.


Vigilância 4 Fazer cumprir a Lei, corrigir os excessos e punir, até com perda do mandato, quem desrespeitar a legislação. Essa é a missão dos juízes André Souza Dantas Vieira,  da 170ª Zona Eleitoral; e Bianca Gomes da Silva, da 171ª Zona Eleitoral. Completam o quadro de fiscalização do processo eleitoral em Camaçari os representantes do Ministério Público Eleitoral, os promotores Everardo Yunes e Virginia Ribeiro Manzini Libertador.


Vigilância 5 O período eleitoral também sempre foi bom para quem gosta de uma obra, um serviço, ou ação irregular. Com a certeza das vistas grossas dos políticos, de olho apenas no que pode render voto, a cidade avança na desordem urbana. Basta uma volta pela cidade para confirmar o grande número de puxadinhos  e reformas  que a secretaria de desenvolvimento urbano (Sedur) não consegue enxergar e fazer cumprir a lei.


Alerta  Depois da trapalhada manifestação de uma apoiadora do candidato à reeleição, vereador Jorge Curvelo (Democratas), os marqueteiros de todas as coligações precisam elaborar com urgência um manual de modos de atuação nas redes sociais, de forma a não fazer gol contra, comprometer a imagem do candidato, e até praticar crime eleitoral.


Alerta 2 Provavelmente desconectada do quadro eleitoral camaçariense e do mote contra os ´forasteiros`, usado pela oposição, a jovem festeja dando um belo e sonoro “Bom dia” e segue lembrando que o “Domingão”, e que está “indo para Camaçari” para a “carreata do nosso vereador...” .


Alerta 3 Chama a atenção o discurso de boa parte dessa mesma oposição, que num passado não muito distante, quando foi poder, promoveu a mesma importação desses quadros. Independente de morar ou não na cidade, esses ´colaboradores`, pagos pelos cofres do município, seguem desconectados com a realidade local e sem compromisso com a coisa pública.


Registros O advogado Sávio Mahmed  é o entrevistado da série  “Contraponto – Falando de política” nesta próxima quinta-feira (8). Na Live no Instagram @joaoleitefilho01, a partir das 21h, o especialista em Direito Eleitoral vai falar sobre mudanças e impactos da legislação nas redes sociais, e suas particularidades com a novo normal da pandemia.


Registros 2 Além do Instagram @joaoleitefilho01, as entrevistas  do “Contraponto” e da série “Camaçari 360º”, com políticos, pesquisadores e personalidades podem ser acessadas no You Tube João Leite Filho.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


6/10/2020

Mais Notícias

Camaçari registra 14 novos casos de Covid-19 em 24h
Bahia vive 2ª onda de contaminação, diz secretário da saúde
Governo prepara privatização das Docas da Bahia
Maioria das empresas reduziu salários durante a pandemia
Odebrecht disponibiliza programa social de desenvolvimento sustentável
Camaçari registra 22 novos casos de Covid-19 em 24 horas
Cerca de 6 milhões tomaram empréstimo durante a pandemia
Redução no valor do auxílio aumenta situação de pobreza no Brasil
Vacinação contra Covid-19 terá 4 fases e começa pelos idosos
Camaçari registra 22 novos casos de Covid-19 em 24 horas


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL