Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 16 de julho de 2019


Sinais   Apesar do salamaleque de parte da mídia, festejando a liderança do alcaide Antonio Elinaldo, em pesquisa sobre a sucessão municipal de 2020, os números anunciados na segunda-feira (15) não mostram nenhum conforto para o atual gestor. Com vantagem de 10 pontos percentuais sobre a esposa do ex-prefeito Luiz Caetano (PT) e sua principal concorrente, o demista aparece com 28,1%, enquanto a até bem pouco tempo desconhecida Ivoneide Caetano soma 17,9% de apoios na pesquisa estimulada realizada pelo Instituto Perfil, que a Coluna teve acesso.  


Sinais  2  Crescimento da doutora Ivoneide, que já soma 2 dígitos em pouco mais de 4 meses de campanha, como mostrou a Coluna em março (Confira), mostra que Caetano está conseguindo transferir seu capital político para a esposa, afastando inclusive nomes tradicionais do seu partido. O vereador e ex-candidato a deputado estadual, Jackson Josué, aparece na mesma pesquisa com apenas 2,4%, enquanto os colegas de Legislativo e legenda, Téo Ribeiro e Marcelino  aparecem respectivamente com 1,0% e 0,9%. Outro da base oposicionista, o ex-candidato na disputa de 2012, Maurício Bacelar (Podemos) aparece com 1,8%. 


Sinais  3  Números não apenas reforçam a liderança de Caetano e ampliam seu já grande cacife dentro do partido e na base aliada. Também sinalizam que a disputa do próximo ano será entre DEM e PT. Essa polarização entre Elinaldo e Caetano fica clara com a diferença de 5 pontos percentuais na pesquisa espontânea. Quando o eleitor cita o nome do seu candidato sem interferência do entrevistador, Elinado soma 16,3% e Caetano pontua com 11,2%. 


Sinais 4 Mesmo com vantagem em todos os cenários, e aparecendo como o favorito, se as eleições fossem hoje, o alcaide Elinaldo não consegue manter a popularidade que o elegeu em 2016. Exibe números abaixo do imaginado para uma gestão com 2 anos e meio e um volume considerado bom de obras, gastos com publicidade, mas baixíssimos percentuais de reconhecimento. 


Sinais 5  O crescimento da esposa do ex-prefeito e deputado federal Caetano, condenado com base na Lei da Ficha Limpa e fora do páreo por decisão da Justiça Eleitoral, tem terreno fértil na baixa aprovação da gestão Elinaldo. Ainda segundo a pesquisa, 56,8% reprovam a gestão do demista, enquanto 38,2% aprovam, e outros 5,9% não sabem ou não responderam. 


Sinais 6  O levantamento realizado no dia 4 de julho com 449  eleitores da sede, orla e zona rural também mostra que as mulheres, maioria do eleitorado de Camaçari, são as grandes insatisfeitas com a gestão do alcaide. Nesse público, seu grau de desconfiança chega a 70%, enquanto que entre o eleitorado masculino o quesito “não confia” é de 58,9%. 


Sinais 7 Também aparecem citados no levantamento na estimulada, quando os entrevistados recebem uma lista de nomes para escolher, o ex-prefeito e atual vice-prefeito José Tude (DEM), com 8,9% e o candidato do PP, Fábio Lima (6,6%). Outros 20% hoje votariam em branco ou anulariam seu voto, enquanto 12,4% se mostram indecisos. 


Sinais  8  Números anunciados nesta semana confirmam o desconforto do eleitorado de Camaçari com a gestão Elinaldo, medidos pelo próprio governo. O Camaçarico mostrou em maio que a situação estava mais para alerta do que bálsamo (Confira). A um ano e 2 meses das eleições de outubro de 2020 o alcaide Elinaldo precisa ajustar seu governo e correr para reverter essa tendência de queda causada pelo descrédito do eleitor, frustrado na sua expectativa de um gestor eficiente e comprometido com as mudanças que a gestão municipal exigem.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


16/7/2019

Mais Notícias

Justiça investiga 26 ex-governadores por corrupção
Viúvas de Brumadinho enfrentam dor, dificuldades e preconceito
Bolsonaro faz piada sobre sua relação agressiva com a imprensa
Morre aos 63 anos a professora Eunice Pereira
Caetano assume cargo na executiva nacional do PT
Erro na correção do Enem não altera inscrição para o Sisu
Novas regras não garantem fim dos candidatos laranjas nas eleições
Maioria defende demissão de servidor que não trabalha
Final de semana com festas em Abrantes e Monte Gordo
Aplicativo chinês avança e já ocupa o 2º lugar em downloads


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL