Busca:

  Notícia
 
Facção carioca Comando Vermelho já opera em Salvador

A facção carioca Comando Vermelho (CV) está se estabelecendo em Salvador, de acordo com o que indicam pichações em muros da capital baiana, além de mensagens de WhatsApp e monitoramento realizado pela polícia. A chegada do grupo às terras baianas aconteceu durante a pandemia do novo coronavírus e se deu através de uma aliança feita com uma facção local, a Comando da Paz (CP), que foi criada em 2007. Agora, a CP, como é popularmente conhecida, funciona como uma célula do Comando Vermelho, que já tinha o hábito de fornecer armas e drogas para criminosos do Estado. 


Um dos principais locais de Salvador que estão no domínio do CV é o Complexo do Nordeste de Amaralina, que também engloba os bairros de Santa Cruz, Vale das Pedrinhas e Chapada do Rio Vermelho. É na frente de uma base comunitária do bairro de Santa Cruz e a menos de 500 metros da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar que, em cor vermelha, a pichação “CP” e “CV” foram feitas.  Após a reportagem do Jornal Correio 24horas as pichações foram apagadas. 


Nos grupos de WhatsApp, uma mensagem atribuída aos integrantes baianos do Comando Vermelho lamentava a morte do traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, uma das principais lideranças da facção. Elias foi encontrado morto na Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. Ele foi condenado a 28 anos e seis meses de prisão pelo assassinato do jornalista Tim Lopes.  


O texto compartilhado dizia ainda que a facção possui o comando de 26 localidades baianas, da capital e interior. “Dentro dos presídios baianos, já têm integrantes tanto do CV como do Primeiro Comando da Capital (PCC). De certa forma, eles já estavam presentes na Bahia. O que pode estar acontecendo agora é uma oficialização, se é que podemos usar esse termo”, explicou o especialista em segurança pública e coordenador do Curso de Direito do Centro Universitário Estácio da Bahia - Estácio FIB, coronel Antônio Jorge.  


Para ele, essa oficialização pode trazer consequências para a segurança pública do Estado. “A chegada do Comando Vermelho muda a identificação das ocorrências ligadas ao narcotráfico. Poderemos ter um acirramento dos confrontos para conquista de território, como já ocorreu em outros estados”, disse.  


“O PCC já está presente na Bahia há cerca de seis anos, após começar sua expansão nacional. Para o Comando Vermelho, é uma questão de posicionamento estratégico ir para a Bahia e ocupar mais posições nesse jogo de xadrez que é o crime organizado do Brasil”, disse o professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e especialista em segurança pública, Rafael Alcadipani.  


Para o professor Rafael, a consequência disso tudo pode ser o aumento da violência no Estado. “Podemos ver crescimento no número de homicídios e de disputas em bairros pelo controle do tráfico. No Ceará, tivemos recentemente problemas graves por causa de uma guerra de facções. Nós sabemos que o Comando Vermelho é menos estruturado do que o PCC, mas as características de violência são parecidas”, afirmou.  


Em nota, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia disse que qualquer organização criminosa que almeje se instalar na Bahia será combatida com ações de inteligência e de repressão. “Em 2020, o trabalho contra o tráfico de drogas apreendeu, até agosto, 3,2 toneladas de cocaína, número 913% maior do que o de 2019, e 10 toneladas de maconha, representando um aumento de 54%, na comparação com o mesmo período do ano passado”. Estadão

Mais Notícias

Mega Sena acumula e paga R$ 54 milhões no sábado
Bolsonaro recua e suspende decreto de privatização da saúde
Camaçari registra 15 novos casos de Covid em 24 horas
Candidato a vereador é baleado em Camaçari
TSE cassa mandato de Marcel Moraes por abuso de poder
Inflação para os mais pobres é 3 vezes maior que para os ricos
Rede faz ato contra mudança nas regras eleitorais em Camaçari
Camaçari registra 11 novos casos de Covid-19 em 24 horas
Camaçarico 27 de outubro 2020
Atrasos podem deixar 17 milhões sem as 9 parcelas do auxílio


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL