Busca:

  Notícia
 
Pandemia aumenta em quase 10 vezes a criação de lojas virtuais

Em pouco mais de dois meses de pandemia do Covid-19, o Brasil  abriu 107 mil novos estabelecimentos criados na internet para a venda dos mais diferentes produtos. Segundo levantamento feito pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), essas lojas virtuais vendem tudo, desde  alimentos, bebidas, roupas, calçados e produtos de limpeza. Antes da quarentena, a média de abertura de lojas na internet era de 10 mil estabelecimentos por mês. Os setores que lideraram o ranking de novos sites na internet foram moda, alimentos e serviços.


O isolamento social não só acelerou a abertura de lojas na internet como também trouxe novos consumidores para o comércio eletrônico. A expectativa era ganhar 3 milhões de clientes para as vendas online até o fim deste ano. Mas, só durante a quarentena, foram 2 milhões de novos consumidores que até então nunca tinham feito nenhuma transações pela internet. Estadão

Mais Notícias

Vendas no varejo voltam a subir em maio com flexibilização
ONU mostra preocupação com Lei brasileira sobre fake news
Provas do Enem devem acontecer em janeiro
Camaçari se aproxima dos 1.900 casos e já conta 47 óbitos
Camaçarico 7 de julho 2020
Bolsonaro testa positivo e entra em quarentena
Associação de magistrados critica atuação do MPF na Faroeste
MEC inscreve até sexta-feira estudante interessado no Sisu
Caderneta de poupança bate recorde de depósitos em junho
Camaçari compra 25 mil testes rápidos para Covid-19


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL