Busca:

  Notícia
 
Com 22 facções criminosas Amazônia vira referência nacional em violência

A Amazônia não sofre apenas com a destruição do seu ecossistema. Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública revelam que a  região chamada Amazônia Legal, possui pelo menos 22 facções criminosas. Os  nove estados da Amazônia Legal têm 45% mais mortes que a média nacional. região registrou uma taxa de 33,8 mortes intencionais a cada 100 mil habitantes em 2022 , enquanto que  a média nacional é de 23,3 vítimas para cada grupo de 100 mil.


O Fórum mapeou a presença de facções em 178 das 772 cidades da Amazônia Legal (24,6%), sendo quase um a cada quatro municípios. Em 80 delas, também há disputa entre os grupos criminosos. A presença do crime organizado impacta na violência e no tráfico de drogas na região.


Os números de violência contra a mulher também assustam. O Fórum identificou que a taxa de feminicídio na Amazônia foi de 1,8 para cada 100 mil mulheres, 30,8% superior à média nacional, que foi de 1,4 por 100 mil. A violência sexual é outro item que se diferencia do resto do país. Nos nove estados, a pontuação de estupros na região foi de 49,4 vítimas para cada 100 mil no ano passado — 33,8% superior ao índice nacional, que foi de 36,9 por 100 mil.


A pesquisa revelou ainda que a mortalidade de indígenas na Amazônia é 26% maior do que no restante do país: morreram 114 pessoas contra 86 nos outros 17 estados e no Distrito Federal


O Fórum Brasileiro de Segurança Pública detectou que os crimes vinculados ao desmatamento cresceram 85,3% entre 2018 e 2022. No último ano, foram 619 boletins nas polícias civis dos estados da Amazônia Legal. Os dados referentes a incêndios criminosos na Amazônia Legal também aumentaram: 51,3% em quatro anos.


Segundo o levantamento, a taxa de pessoas no sistema prisional na região cresceu 67,3%, em 10 anos, enquanto a média nacional foi de 43,3% de aumento. Entre 2019 e 2022, a elevação dos registros de armas de fogo foi de 91%, ao passo que no restante do país ficou em 47,5%. Entre 2019 e 2022, a apreensão de cocaína pelas polícias estaduais na Amazônia cresceu 194,1%. Já a Polícia Federal apreendeu 32 toneladas de cocaína em 2022, crescimento de 184,4% em comparação a 2019.


A Amazônia Legal, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é dividida em duas partes. A Ocidental é composta pelos estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima. Já Oriental, por Pará, parte do Maranhão, Amapá, Tocantins e Mato Grosso.

Mais Notícias

Coluna Camaçarico 4 de março 2024
Diário de general mostra roteiro de intervenção no Supremo
Facção baiana Bonde do Maluco cresce com aliança com o PCC
Camaçari dá desconto de 10% para quem pagar o IPTU até dia 11
Colunistas
Brasil tem 72 facções criminosas em atuação nos presídios
Espécies exóticas invasoras causam prejuízo ambiental e econômico
Colunistas
PIB do Brasil cresce 2,9% em 2023 e chega a R$ 10,9 trilhões
Colunistas


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2024 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL