Busca:

  Notícia
 
Camaçari perde mais de R$ 130 milhões com fechamento da Ford

O fechamento da unidade da Ford em Camaçari  gera um grave problema na cadeia econômica do  município, com desemprego e queda de arrecadação de impostos. Segundo  a prefeitura de Camaçari,  essa perda  deve chegar a R$ 130 milhões  até 2023.  Contas da Secretaria da Fazenda (Sefaz) apontam para um prejuízo anual em torno de R$ 30 milhões, só com Imposto Sobre Serviços (ISS). Já a perda estimada na receita com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o ISS será de R$ 130 milhões a partir de 2023. 


Ainda sem cálculos precisos, prefeitura estima que números são ainda maiores, já que  a Ford tem importância chave na economia local, estadual e nacional, com reflexos  em toda a cadeia produtiva e consequentemente na geração de empregos na região. 


Dos mais de 2 mil empregos diretos na unidade e nas  sistemistas que  atendem parte da produção de  componentes,  apenas  cerca de 400 empregados do centro de desenvolvimento de produto continuarão empregados.  Inaugurada em abril de 2001, a Ford Camaçari foi a primeira montadora do Nordeste. Unidade recebeu investimento inicial de U$ 1,2 bilhão e chegou a produzir 250 mil carros por ano.

Mais Notícias

Camaçari registra 25 novos casos de Covid-19 em 24h
Montadoras retiram populares de circulação e apostam nos SUVs
Madeira ilegal da Amazônia vai para Estados Unidos e Europa
Empresas de alta tecnologia discutem volta ao trabalho presencial
Camaçari registra 94 novos casos de Covid-19 em 24h
Camaçari tem final de semana com restrições contra avanço da Covid
Camaçari terá duas equipes na série B do Campeonato Baiano
Consumidor pode pagar energia mais cara com nova tarifa
Estudos comprovam eficácia e necessidade de uso da máscara
Camaçari registra 58 novos casos de Covid-19 em 24h


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL