Busca:

  Notícia
 
Fifa bane do futebol o ex-presidente da CBF


Del Nero é acusado pelos promotores norte-americanos organização criminosa, fraude financeira e lavagem de dinheiro

O presidente da CBF, Marco Polo del Nero, foi  oficialmente banido pela Fifa. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (27/4). É a primeira vez na história da entidade que controla o futebol no planeta que um presidente da CBF é punido com a pena máxima pela Fifa. Desde dezembro, Del Nero estava afastado do cargo pelas acusações de corrupção feitas na Justiça dos EUA.


O cartola foi denunciado por participar de um esquema de recebimento de propina com cartolas da América do Sul na venda de direitos de torneios. No dia 14 de março, o ex-presidente da Federação Paulista de Futebol teve a sua suspensão prorrogada pela colombiana Maria Claudia Rojas, presidente da Câmara de Investigação do Comitê de Ética da Fifa.


Del Nero estava há menos de 3 anos no poder. Neste período, ele passou a maior parte do seu mandato se defendendo de acusações de corrupção. O paulista era homem de confiança de José Maria Marin, ex-comandante da CBF, preso em maio de 2015 na Suíça após operação do FBI durante uma reunião da Fifa. Em dezembro, Marin foi condenado por organização criminosa, fraude financeira e lavagem de dinheiro nos EUA. Del Nero é acusado pelos promotores norte-americanos dos mesmos crimes. Desde a prisão de Marin, ele nunca mais deixou o Brasil.


Del Nero foi investigado por uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), que encerrou seus trabalhos em dezembro de 2016 de forma inconclusiva: dois relatórios divergentes foram produzidos pela comissão. O texto oficial, do senador Romero Jucá (PMDB-RR), não pediu nenhum indiciamento como resultado das investigações sobre contratos e negociações da CBF e seus dirigentes.

Mais Notícias

Gilmar Mendes nega recurso e Caetano fica inelegível
MP não quer uso de drones durante o carnaval de Salvador
TJ-BA compra mais leite em pó que toda rede municipal da capital
Quase metade dos baianos está com restrição de crédito
Previdência quer cobrar mais de quem ganha mais
Previdência vai pagar R$ 400 a idoso em extrema pobreza
Reforma da Previdência começa a tramitar no Congresso
Camaçarico 20 fevereiro 2019
Flamengo se recusa a indenizar vítimas do incêndio no alojamento
Jogador brasileiro é tratado como mercadoria, diz procuradora


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL