Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 30 de janeiro 2018


Na sombra  E o PT de Camaçari segue rachado, mas tentando passar uma imagem de unidade que não existe. A Lavagem de Jauá, na sexta-feira (26), deixou de forma inequívoca essa certeza. Com camisas  vermelhas, vereadores petistas e militantes, que juram  apresentar até o carnaval seu candidato a deputado estadual da base de Camaçari,  se misturavam aos apoiadores do pré-candidato a deputado estadual, não se sabe ainda por qual partido, muito menos defensor de quais teses sociais, econômicas ou espaciais, o empresário Raimundinho da JR. 


Na sombra 2 Devidamente sinalizados com camisetas e bonés com a griffe 'JR', o grupo capitaneado por familiares do deputado federal e 3 vezes prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, não  fazia cerimônia sobre o caminho que o líder seguirá.


Na sombra 3 Com a justificativa de agenda de compromissos com o ex-presidente Lula,  o deputado Luiz Caetano se livrou da constrangedora caminhada entre petistas e raimundistas, até a igreja do padroeiro Bom Jesus dos Navegantes.  


Na sombra 4 Mesmo sem condições de emenda, o PT de Camaçari aposta num nome para operar essa argamassa, ainda que de forma simbólica. Os vereadores Jackson Josué e Téo Ribeiro aparecem como os mais prováveis para o sacrifício de disputar uma candidatura 'proforma' para deputado, enquanto o colega de bancada, José Marcelino se posiciona fora da disputa. Mesmo sabendo que não vence, nome  petista ganha bônus eleitoral com a disputa para reforçar a reeleição em 2020.  


Na sombra 5 Nem com a deputada Luiza Maia se despedindo desse 2º e último mandato e preparando sua confortável aposentadoria, que não impede a combativa  de  disputar a prefeitura em 2020, o deputado Bira Coroa aparece como o nome  do PT de Camaçari. Com votação minguante na sua cidade, sua principal base eleitoral, e nenhuma boa vontade de Caetano para ajudar na sua reeleição, Bira aposta nas bençãos do governador Rui Costa para se manter na Assembleia.  


Na moita  O também 3 vezes prefeito e atual vice-prefeito, José Tude (MDB), segue indefinido e aguardando por qual pouso partidário irá disputar uma das 63 cadeiras da Assembleia Legislativa. Segundo disse à Coluna, as chances de ficar são de '50%'. Vai aguardar até final de março, começo de abril, para definir se fica no partido de 'Geddel 51', vai para o DEM e assume o número 25123, que pertenceu a  Elinaldo, ou aposta numa legenda com menos caciques e necessidades de menor votação para garantir sua eleição. 


Arejo  Amanhã é dia de festa e revigoramento da base oposicionista de Camaçari. O governador Rui Costa  inaugura às 9h, a nova unidade do SAC, no shopping Camaçari Boulevard. Lá, diferente de outras manifestações paroquiais, o chefe é o 'gov'.


DNA  Os problemas de tráfego e os riscos de acidentes com pedestres e motoristas, gerados pela falta de sinalização na avenida Francisco Drumond e outras vias da cidade que estão tendo o piso asfáltico renovado, é mais uma 'obra' da secretaria da infraestrutura (Seinfra).


DNA 2 A Coluna apurou que a pasta comandada pela doutora Joselene Cardim não consegue trabalhar de forma sintonizada com a Superintendência de Trânsito e Transportes (STT), informando os serviços e a consequente necessidade de realização imediata da sinalização. A mais recente tratorada aconteceu nesta terça-feira (30), com a destruição de parte da fiação do conjunto de sinaleiras da avenida rio Camaçari.


DNA 3  O descaso com motoristas e pedestres também tem similar no governo do estado. Obra de duplicação do trecho inicial de 2 quilômetros da Via Cascalheira (BA-530) , a partir da  BA-535  (Via Parafuso), é outro esparro. No caso da obra chancelada pelo governador Rui Costa, a agravante é o descuido com o trabalho  dos empregados responsáveis pela construção da mureta que separa as pitas. Sinalização precária e ausência da Polícia Rodoviária Estadual para  ordenar o grande fluxo de veículos transformam o trecho numa verdadeira zona de perigo. 


Passinho A secretaria da cultura de Camaçari inscreve até março, os profissionais interessados nas funções de coreógrafo, assistente e dançarino. Grupo com 8 bailarinos, 1 coreógrafo, 1 assistente e 2 dançarinos reservas vão formar a Companhia Camaçari de Dança.


Passinho 2 A proposta salarial, longe do movimento de uma grande coreografia, segue a regra de nivelar por baixo. De acordo com o edital, o coreógrafo, com o vencimento mais alto, vai receber um salário bruto de R$ 2.600,00, menos que 3 salários mínimos (R$ 954,00), por uma carga horária mensal de 180 horas.


Passinho 3 Já os dançarinos e o assistente de coreógrafo receberão pelas mesmas 45 horas semanais de trabalho um salário de R$ 2 mil, o equivalente a 2 salários mínimos. Contrato com 12 salários mensais e duração de até 2 anos (24 meses) não dá direito a férias e outros benefícios.


Baixaria  O cerimonial da prefeitura de Camaçari  continua se comportando como um mero organizador de festinhas e atividades de cidade com duas ruas. Além dos micos de todos os tamanhos, impostos ao alcaide Elinaldo, equipe ainda 'arma barraco', como o registrado durante a Lavagem de Jauá.


Baixaria 2 Longe da missão  de prezar pela elegância e pelo respeito às tradições, funcionária ignorou todos, inclusive o padroeiro, transformando a porta da igreja em antessala de delegacia.  


Paciência  Problemas no provedor que atende o Camaçari Agora estão impedindo, ainda que provisoriamente, o acesso aos arquivos de notícias do site. Logo, logo o  sistema será restabelecido.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite - joaoleite01@gmail.com (Editor)


30/1/2018

Mais Notícias

AMB diz que decisão de Cuba sobre Mais Médicos é retaliação
Justiça censura Globo e proíbe notícias sobre caso Marielle
Lula recebe 572 visitas em 6 meses de prisão em Curitiba
Fim do Mais Médicos pode deixar mais de 600 cidades desassistidas
Justiça proíbe apreensão de carro com IPVA atrasado
Ministro de Temer critica proposta de repasse para governadores
Brasil pode perder 11 mil médicos caso o Revalida seja exigido
Promoção da Black Friday pode ser armadilha para consumidor
Moro antecipa exoneração para evitar novos desgastes
Brasil registra quase metade dos feminicídios da América Latina


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL