Busca:

  Notícia
 
Celso de Mello critica Bolsonaro por não decretar lockdown


O ex-ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), classifica de "gesto insensato" e de "repulsivo e horrendo ´grito necrófilo`" a recusa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de decretar um lockdown nacional por conta da pandemia da Covid-19.  O Palácio do Planalto informou que não irá se manifestar sobre o texto de Mello.


Em texto enviado ara amigos, entre eles, ministros do STF, por Whatsapp, o ex-ministro,  diz que o gesto do presidente é "próprio de quem não possui o atributo virtuoso do ´statesmanship`" (estadista) e se caracteriza, "em face de seu inqualificável despreparo político e pessoal", "pela nota  constrangedora e negativa reveladora daquela ´obtusidade córnea` de que falava Eça de Queirós".


Ainda segundo Mello, Bolsonaro "tornou-se, com justa razão, o Sumo Sacerdote que desconhece tanto  o valor e a primazia da vida quanto o seu dever ético de celebrá-la incondicionalmente!!!".


Aposentado desde outubro do ano passado, Mello afirma que o presidente julga ser "um monarca absolutista ou um contraditório ´monarca presidencial`".


O ex-ministro afirma que a atitude do presidente faz lembrar "o conflito entre Miguel de Unamuno, Reitor da Universidade de Salamanca no início da Guerra Civil espanhola, em 1936, e o General Millán Astray, falangista e seguidor do autocrata Francisco Franco, ´Caudilho de Espanha`”.


Para Mello, as medidas tomadas na cidade paulista de Araraquara são exemplo para o Brasil e seguiram recomendações da Organização Mundial da Saúde e de outros países, "governados por políticos responsáveis que repudiam as insensatas (e destrutivas) teses negacionistas!". CNN

Mais Notícias

STF anula julgamento e torna Lula apto a disputar eleição de 2022
Seis por meia dúzia
Camaçari registra 16 óbitos e 67 novos casos de Covid em 24h
Pandemia restringe a entrada de brasileiros a apenas 8 países
Estudo diz que Brasil descuidou e virou epicentro da Covid
Bahia registra queda na atividade turística em fevereiro
Deserdados, Órfãos da Terra
Prazo para pagar IPTU com desconto termina terça-feira
TCU livra Lula e Dilma e condena Gabrielli por compra de refinaria
Camaçari registra 6 óbitos e 95 novos casos de Covid em 24h


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL