Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 20 de fevereiro 2020


Losartana  Não é por acaso que parte significativa da bancada governista de vereadores anda fazendo coro para que o alcaide Antonio Elinaldo (DEM) radicalize e desmonte o projeto de uma legenda para abrigar exclusivamente jovens lideranças sem mandato. Mesmo com toda pressão dos medrosos, as negociações seguem e podem terminar com a inclusão do 5º partido. Como antecipou o Camaçarico, essa legenda poderá ser o PSL ou o PSC que se juntaria ao DEM, PSDB, PRB e Cidadania.


Losartana 2 Com 19 potenciais pretendentes para as 21 cadeiras da Câmara de Camaçari, vereadores candidatos à reeleição e suplentes que já experimentaram o gostinho bom do mandato, não param a sessão chororô. Entre um soluço e outro, a olhada na calculadora e na lista de quem entra, e em qual legenda se abrigar seu potencial concorrente para a disputa, é regra obrigatória até o final de março, quando a janela eleitoral permite a troca de partidos.


Losartana 3 A pouco mais de 7 meses do pleito de 4 de outubro, as contas ainda são imprecisas, mas sinalizam que parte da bancada dos atuais vereadores vai voltar para casa. Projeções pessimistas para a classe política mostram que a renovação geral pode chegar a até 50%. Nas eleições de 2016 a renovação foi de 25%, com a não reeleição de 5 dos 19 vereadores consagrados em 2012.


Losartana 4 Na bancada governista, agora com 15 nomes, depois da saída do vereador Oziel Araújo, esse percentual de metade pode representar entre 7 e 8 vereadores. Já no time oposicionista liderado pelo ex-alcaide Luiz Caetano (PT), e atualmente com 6 nomes, somado Oziel, já sem a plumagem tucana, e de malas prontas para o PDT, a conta fica em 3 rifados. Numa conta mais otimista, de renovação de 30%, bancada do alcaide Elinaldo perde 5, enquanto no time oposicionista, 2 vereadores ´mordem a boca`, como se diz na gíria. Conta não inclui os suplentes.


Losartana 5 Discurso de renovação, muito mais intenso, que em 2016, agora reforçado pelas redes sociais, desgaste do Legislativo, sacudido pelos escândalos dos combustíveis e pelas denúncias de repasse, ou ´rachadinha`, termo agora muito em moda, de parte da verba de gabinete dos vereadores através do salário de assessores, ajudaram a jogar para baixo, perto do chão, a imagem da atual Câmara de Camaçari.


Losartana 6 É nesse contexto desfavorável que a ala jovem no campo governista, e puxada por Jamesson Silva, Herbinho Herbert, Ivandel Pires, Val Cabeleireiro, entre outros nomes com potencial de somar votos e assegurar a eleição, que os atuais vereadores se debatem e buscam caminhos para frear essa ameaça. Desassossego não é menor, mas tratado de outra forma, na base  oposicionista com as candidaturas petistas de Tagner Cerqueira, Márcio Neves e kaique Ara em contrapondo aos 4 atuais detentores de mandato na legenda.


Losartana 7 Mas, o jogo está apenas começando. Mesmo beneficiados pelas dificuldades de montar esse 5º partido para acomodar exclusivamente essa ala jovem e classificada como rebelde, os atuais vereadores governistas terão outros novos concorrentes dentro das legendas para deixar o jogo ainda mais embolado.


Losartana 8 O cantor Ninha, ex-Timbalada, morador antigo e muito querido em Vila de Abrantes, deve engrossar esse caldo de medo dos atuais representantes do povo de Camaçari. Outro nome que aparece com chances é o do sindicalista da categoria dos rodoviários, Daniel Mota.


Losartana 9 A expectativa é de que Ninha e Daniel dos rodoviários se filiem ao Cidadania, legenda presidida pelo articulado ex-vereador Cleber Alves. Por falar no sempre sagaz Alves, o político camaçariense não descarta a possibilidade de entrar na disputa da vereança. Mesmo presidindo o Cidadania, o ex-petista de 2 mandatos de vereador, e responsável pelo susto na estrutura tradicional do PT, quando organizou a leganda e elegeu 3 vereadores pelo PRTB em 2012, não esquece a regra da montaria. Quando o cavalo passa selado, independente de quem colocou a sela, é para montar.


Guarda-chuva O apoio do MDB ao projeto de eleição de Fábio Lima (PP), para prefeito de Camaçari, vai muito além de uma mera soma de legenda. Fábio, que sabe só ter um caminho no futuro, se mantiver a candidatura, ou sair como cabeça de chapa na oposição, com a petista Ivoneide Caetano de vice, precisa se assegurar na disputa. Perdendo o PP do vice-governador João Leão, numa provável composição com o ex-prefeito Luiz Caetano, Fábio Lima tem a alternativa do MDB, outrora poderoso, mas ainda uma grife no shopping da política.


Guarda-chuva 2 Mesmo perdendo a eleição, muito provável na atual conjuntura, segundo as pesquisas, a jovem liderança marca posição e se cacifa para uma disputa para a Assembleia Legislativa em 2022. Independente de ser um teste ou não, movimento faz sua liderança avançar enquanto 2024 não chega.


Sinal amarelo  Como mostrou pesquisa divulgada pelo Camaçari Agora (Confira), o alcaide Antonio Elinaldo segue com rejeição alta. Não serve de consolo empatar tecnicamente com a petista Ivoneide Caetano, na resposta do eleitorado que declara não votar em nenhum dos 2 principais candidatos. Rejeição de 37,2%, contra 38% da petista, só mostra que o marquetingue do demista exibe uma desaprovação ainda maior.


Aviso O Camaçarico entra em clima de Carnaval. Para não perder o passinho da política, durante o reinado dos trios, blocos e de outros fantasiados, o leitor será brindado com histórias da política camaçariense. “O Biribiri e o radialista” abre a série, nesta sexta-feira carnavalesca.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


20/ 2/2020

Mais Notícias

Justiça suspende medidas de Bolsonaro que reduziam isolamento
Cimatec Park produz álcool para postos de saúde
Sobe para 93 mortes e 3.477 casos confirmados do Covid-19
Situação habitacional dos brasileiros dificulta o isolamento
Sem isolamento total Brasil pode chegar a 1 milhão de mortes
Filha de ex-prefeito deixa governo para disputar vereança
Camaçarico 27 de março 2020
Brasil tem 77 mortes e quase 3 mil casos confirmados
Dona do Magazine Luiza é contra a demissões de empregados
Camaçari antecipa salário para evitar aglomerações


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL