Busca:

  Notícia
 
Colunistas Adelmo Borges


Adelmo Borges dos Santos

A verdade no girar da chave


A pré-campanha eleitoral (que parece a campanha) em Camaçari entra numa fase do café requentado. Nos holofotes os segmentos da saúde e da segurança pública. Dois dos principais elementos apontados pela população com de maiores preocupações, seguidos pelo emprego e renda, habitação e transportes urbanos.  Única e proposta efetiva, e não cumprida, apresentada na disputa pelo primeiro mandato de Antônio Elinaldo reaparece através dos postulantes governistas e opositores. 


O Sr. Flávio Marcus, em tempo recorde, apresenta uma imagem e o denomina de “projeto dos sonhos” a ser executado nos primeiros dias de mandato, caso eleito. O petista Luiz Caetano, afirma categoricamente, que vai construir o hospital municipal com a ajuda do governo do estado e vai priorizar o atendimento à população.


Esse movimento ocorre quando se apresentam críticas contundentes ao processo de regulação do governo do estado, tendo sacrificado em média 20 a 30 pacientes que aguardam nas UPA’s municipais com rebate da oposição que apresenta relato de déficit de 120 mil atendimentos de consultas ambulatoriais e de análise laboratoriais. Se identifica represamento nas especialidades de cardiologia e dermatologia assim como simples exames de sangue, fezes e urina.


Enfim, os “Encontros da Verdade” assim como os “Diga ai Camaçari” começam a perder a sua importância e eficiência justamente pelos modelos apresentados. Ninguém fala ou ouve propostas de verdades nem dizem nada que possa nutrir uma esperança.


A efetivação de intervenções dessa natureza envolve montantes significativos e devem constar na PDO - propostas de diretrizes orçamentárias e na proposta orçamentária anual - POA. Para que passe a constar na POA poderá comprometer todas as verbas destinadas ao setor de saúde, a não ser que se busque financiamento extra orçamentário (neste caso tem a se observar a capacidade de endividamento do município).


Nos últimos 20 anos, Camaçari teve disponibilidade financeira de aproximadamente 20 milhões nos dois mandatos de Luiz Caetano, 15 bilhões no governo Ademar Delgado e 26 bilhões nos dois mandatos de Elinaldo. Pouco se percebe de investimentos direcionados a efetivação da melhoria das condições de vida da população. Um salto de qualidade.


Enquanto isso, no próximo dia 15 de junho, teremos a efetivação da pré-campanha do candidato Oswaldinho, pioneiro na apresentação de propostas para a saúde e transportes urbanos, carentes, ainda, de detalhamentos e meios de viabilidade.


Assim, com o distanciamento de grande contingente da população segue os pleiteantes ao executivo municipal e à câmara de vereadores no processo criativo com o intuito de atrair e convencer os eleitores até o dia da decisão final. Outubro de 2024. Vida que segue


Que DEUS e os Orixás nos protejam.


Adelmo Borges dos Santos  adelmook@gmail.com


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor

29/05/2024

Mais Notícias

Colunistas Adelmo Borges
Colunistas Angélica Ferraz de Menezes
Colunistas Waldeck Ornélas
Colunistas Adelmo Borges
Colunistas José Carlos Teixeira
Colunistas Angélica Ferraz de Menezes
Coluna Camaçarico 11 julho 2024
Colunistas Waldeck Ornélas
Colunistas Luiz Duplat
Colunistas Adelmo Borges


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2024 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL