Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 2 dezembro de 2021


Quilometragem Graças a falta de ação da atual gestão, que teve um mandato (2017/2020) para botar a licitação para rodar, município agora não parece ter solução, a curto prazo, para o imbróglio do sistema de transporte por ônibus.


Quilometragem  2 Com histórico de deficiência, derrapagem da gestão municipal de Camaçari começa com o antecessor do alcaide Antonio Elinaldo (DEM/UB), o hoje ex-petista Ademar Delgado. Foi na sua gestão, já  entalada no torniquete, por total falta de atitude, que nasceu o TAC com o Ministério Público Estadual (MP). Pelo termo de ajustamento de conduta, o município se comprometia a dotar Camaçari de um sistema com cara e frota compatíveis com a cidade sede do então maior complexo industrial integrado do Hemisfério Sul.


Quilometragem  3 De lá pra cá, a espera no ponto pelo ônibus só aumentou. Com a decadência do serviço tradicional, e gente, principalmente trabalhador, precisando circular, município só regrediu. A ineficácia das cooperativas por vans, apresentadas como solução, deram lugar ao sistema de veículos particulares conhecido como ´ligeirinho`. Hoje, o município vive a inédita situação de não possuir sistema de transporte por ônibus, comum em qualquer cidade com 300 mil habitantes e tamanho econômico de Camaçari.


Quilometragem  4 Nesse jogo, que mistura política e ineficácia, com alternância de posições, mas sempre os com mesmos grupos de ´motoristas`, o novo capítulo é a ação na Justiça. Movida por vereadores de oposição, movimento tentar forçar o governo a implantar o sistema de ônibus. Sem projeto de mobilidade, com o ligeirinho dominando praticamente toda a praça de transporte de passageiros, combustível em alta, fragilidade do sistema de transportes por ônibus nas grandes cidades, resolver esse impasse não parece ter ponto de desembarque tão próximo. 


Quilometragem  5 Sempre chegando atrasada ao ponto, atual gestão tenta agora, em regime de urgência, aprovar no Legislativo, um plano de mobilidade urbana. Sem esse Plamob, sequer será possível realizar essa licitação. Até a volta dos ônibus às ruas, o trajeto não é pequeno. Mesmo com o avanço do procedimento definindo formato e linhas, o torniquete trava no vencedor da licitação. Empresa vai precisar investir pesado em ônibus, pessoal, e, ter a certeza de que será capaz de operar com margem de lucro sem ameaças do atual sistema alternativo, cheio de padrinhos em todas as esferas municipais.


Quilometragem  6 Mais uma vez, a cidade e suas necessidades põem à prova a capacidade de articulação e busca de soluções da classe política. Acomodados no poder refrigerado, poltronas reclináveis e espaço na janela, governistas e oposicionistas precisam descer no ponto. Enquanto isso, o povo segue esperando o buzu que não passa.


Fuscas O velho e querido fusca voltou transportar sonhos na política. Batizado de Lulão,  fusca vermelho é a atração da campanha da candidata a deputada federal Ivoneide Caetano. Um dos símbolos de ascensão do trabalhador brasileiro, o fusca de Camaçari tem motorista especial. Veículo tem circulado pela cidade sob o comando do petista Luiz Caetano, atual secretário de relações institucionais do governo do companheiro de legenda, Rui Costa.


Fuscas 2 Ideia de agregar a peça à campanha da esposa, usando o poderoso combustível Lula, não é nova. A petista Luizianne  Lins usou um modelo, também vermelho, na sua disputa vitoriosa para a prefeitura de Fortaleza, em 2016.


Fuscas 3 O velho fusca como símbolo de contestação ao poder que não transporta o povo, nasceu dirigido pelo então candidato e depois presidente do Uruguai (2010/2015), José Mujica. Para Pepe Mujica, 86 anos, presidente e depois senador, o fusca representava um estilo de vida simples, sem mordomias e contra todos os esquemas corruptos.


História Já está em tramitação no Legislativo de Camaçari o projeto de Lei que resgata a verdadeira data de fundação da cidade. Graças aos estudos do professor e historiador Diego Copque, autor do livro "Do Joanes ao Jacuípe, uma história de muitas querelas, tensões e disputas locais", Camaçari passa a saber que sua formação inicial começa em 1558, mais precisamente no dia 29 de maio, com fundação do aldeamento do Espírito Santo.


História 2 A proposta apresentada pelo vereador Jamesson Silva (PSL) não apenas oficializa os 463 anos de história do município nascido no hoje distrito de Vila de Abrantes. Mudança também coloca Camaçari entre os 15 primeiros do Brasil.


Salto  Cresce nas redes sociais o movimento em defesa da mudança do nome da praça 2 de Maio, espaço poliesportivo localizado ao lado da praça Abrantes, para Irlan Santana. O querido, e simbólico ´Fufa dos Patins` foi percussor e marca do esporte sobre rodas em Camaçari. Numa Camaçari onde a história é tratada sem importância, esquecer de Fufa, que nos deixou na última terça-feira (30), é apenas mais uma escorregada.


Presença Camaçari perde o ex-vereador Ginaldo do Rosário Guedes. O sempre simpático morador da Gleba E, que completaria 81 anos 25 de dezembro, foi mais uma vítima da Covid-19. Guedes, como era conhecido, foi vereador de Camaçari por dois mandatos (1993/1996 e 1997/2000), mas nunca deixou a política.


Calibre Comparado aos três últimos novembros (2018/19/20), o penúltimo mês de 2021 aparece com queda significativa no número de assassinatos em Camaçari. De acordo com números divulgados pela secretaria de segurança pública do estado (SSP-BA) foram 10 assassinatos até o dia 30. Número representa metade das mortes violentas registradas no mesmo mês do ano passado. Também fica longe dos 25 assassinatos de 2019 e dos 14 no mesmo mês de 2018.


Calibre 2 Apesar da queda no número de assassinatos em novembro, soma dos 11 meses de 2021 supera o mesmo período dos últimos 3 anos (2018/19/20). Foram 193 assassinatos neste ano, contra 187 de 2020, 181 (2019), e 163 em 2018. 


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com – Editor


2/12/2021 Fechamento às 12h


Todas as Colunas


Instagram Joao leite


You Tube joao leite 

Mais Notícias

Saúde estadual registra 69 novos casos de Covid em Camaçari
Camaçarico 19 de janeiro 2022
Servidores da Receita, PF e Banco Central puxam a lista dos maiores salários
Aumento do volume do São Francisco pode atingir cidades baianas
Camaçari registra 25 novos casos de Covid-19 em 24 horas
Bahia registra 100 óbitos pela gripe Influenza em 79 dias
Camaçari não registra nenhum novo caso de Covid-19 em 24 horas
Pandemia aumenta pobreza e deixa bilionários ainda mais ricos
Maioria defende a vacinação de crianças contra a Covid-19
Camaçari registra 18 novos casos de Covid-19 em 24 horas


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2022 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL