Busca:

  Notícia
 
De cuia nas mãos


Paulo Silva é professor, escritor, músico, cantor e diretor de teatro

Caro leitor. Eles foram os primeiros a parar, e serão os últimos a voltarem às suas atividades. Estou falando sobre os artistas, uma das classes que mais está sofrendo na pele os efeitos devastadores da pandemia de coronavírus.


Devo salientar que os artistas que trabalham com a participação do público, foram os mais afetados. Deixaram de fazer shows em barzinhos, clubes, associações, teatros e festas de largos etc.


Toda classe artística está sofrendo os efeitos da pandemia, até mesmos os famosos do mundo das artes. No entanto, os considerados grandes artistas profissionais, tem suas reservas financeiras e além disso tem seus contratos de publicidades, a  exemplo de Ivete Sangalo, Bel Marques, Carlinhos Brown, e vários outros artistas brasileiros. 


Claro que também temos que considerar, que esses artistas empregam muita gente que vive direta e indiretamente da arte, e que também estão passando por grandes dificuldades para sobreviverem.


Contudo, quem realmente está vivendo uma situação desesperadora, são os chamados artistas amadores, que de amadores não têm nada.São grandes profissionais naquilo que fazem, mas sou obrigado usar esse termo por força de expressão.


Caro leitor. Viver de arte no Brasil, é muito difícil, e em muitos casos é impossível mesmo! Devido a falta de políticas públicas voltadas para essa classe. 


Com raras exceções, conquistada com muitas lutas, a exemplo da Lei Aldir Blanc, aprovada e sancionada, mas que não resolveu o déficit cultural no nosso país, que só tem piorado no atual governo.


A pesar dos recursos da Lei Aldir Blanc serem verbas federais, repassadas para os estados e municípios administrarem, alguns gestores insistem em querer tirar proveitos políticos, como se os recursos fossem municipais.


Mas então o que dizer de Camaçari? Uma cidade bilionária, com um celeiro de grandes artistas e um investimento pífio na cultura do município?


Só nos leva a crer que a falta de competência e a insensibilidade dos gestores têm contribuído para o esfacelamento da cultura em Camaçari.


Com isso não estou afirmando que essa situação foi toda causada pela atual gestão. Vem também das gestões passadas.


No entanto isso não isenta os gestores atuais de culpa, porque tiveram, e estão tendo tempo suficiente para fazer as correções necessárias, para mudar e avançar nas políticas públicas para o crescimento artístico no município.


Mas é como diz um velho provérbio popular: quem não aceita pelo amor, aceita pela dor!


E, tudo indica que isso aconteceu com à atual gestão. Depois de uma forte mobilização, onde os artistas de Camaçari se uniram para reivindicarem os seus direitos, e com adesão de todas as vertentes artísticas, dispostos a cobrarem da atual gestão um auxílio emergencial municipal para a classe, e já com uma manifestação pré-agendada,  enfim os gestores resolveram sentar com a comissão que representam toda classe artística do município para encontrar uma solução para essa situação de penúria que está passando os nossos artistas.


Agora nos resta esperar os desfechos das próprias reuniões, e como vão se comportar os vereadores no tratamento desse assunto importante para os artistas de Camaçari.


Infelizmente, foi preciso ficarmos nus, para sermos vistos e ouvidos pelos nossos governantes.


Paulo Silva polasilva@bol.com.br é professor, escritor, músico, cantor e diretor de teatro


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor

Mais Notícias

Fechamento da Ford faz produção industrial baiana despencar
OAB-Camaçari aciona MP e pede suspensão de obras na praça de Vila de Abrantes
Camaçari registra 1 óbito e 52 novos casos de Covid em 24h
Camaçari distribui sementes e insumos para pequeno agricultor
Anvisa suspende imunização de gestantes com a Oxford/AstraZeneca
Pesquisa mostra que 9% das mulheres sofreram violência sexual
Camaçari registra 2 óbitos e 7 novos casos de Covid em 24h
Camaçarico 10 de maio de 2021
MP cobra de Camaçari o cumprimento da revisão do PDDU
Polícia prende suspeitos pelas mortes do caso Artakarejo


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL