Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 18 de fevereiro 2021


Receituário  Em menos de 1 ano, o Hospital Santa Helena (HSH) muda seu status de contribuinte devedor e passa a condição de potencial credor dos cofres públicos de Camaçari. Com a pandemia da Covid-19 o maior complexo médico de Camaçari e região, com mais de 400 profissionais, unidades espalhadas pela Grande Salvador, e uma marca superior a 25 mil atendimentos/mês, agora faz conta de somar no seu encontro de contas  com a prefeitura de Camaçari.


Receituário 2 Com uma dívida de cerca de R$ 11 milhões, até meados do ano passado, por não pagamento de impostos atrasados, o HSH homologou um contrato com o município em que recebia quase R$ 9 milhões (R$ 8.885.997,00). Como mostrou o Camaçarico, em abril do ano passado (Confira), o contrato, publicado no Diário Oficial do município nº 1.391 (Confira), garantia os serviços do HSH para pacientes com Covid-19 e regulados pelo município, a prestação de atendimentos médicos na pandemia, com diárias de UTI, semi-UTI e leitos de recuperação. 


Receituário 3 Com o fechamento no final de 2020 do Centro Intensivo de Combate ao Coronavírus (CICC), instalado na antiga clínica Clirca, e do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavirus (CIEC), prefeitura volta a recorrer de forma emergencial aos serviços do HSH com a contratação de mais 5 leitos de UTI. Conta rápida mostra que só essas unidades vão custar cerca de R$ 300 mil mensais aos cofres do município. No acordo anterior foram 10 UTIs, que somadas às 5 novas vão representar uma despesa mensal de cerca de R$ 900 mil.


Receituário 4  Ao desativar o CICC e o CIEC, município parece ter acreditado na queda dos casos e consequente recuo dos números da pandemia, apesar dos sinais adversos e alertas dos especialistas distantes das contas dos políticos e do poder público, mas íntimos com a realidade da pandemia e suas nuances. Agora, com o novo pico Camaçari precisa de mais leitos. No pacote anunciado quarta-feira (17), a Sesau também vai credenciar unidades médicas no município para contratação de outros 15 leitos, sendo 5 UTIs e 10 clínicos. Ainda de acordo com nota da Sesau, a previsão é ampliar, até meados de março, a capacidade de atendimento do município para 20 UTIs e 30 leitos clínicos para tratamentos de pacientes com coronavírus.


Receituário 5 Camaçari registrou nesta quinta-feira (18) outro salto nos número de casos de contaminados pela Covid-19. De acordo com a secertaria de saúde do município (Sesau) são 10.812 contaminados desde o início da pandemia, 258 a mais que na quarta-feira (17) que apresentou um pico de 369 casos. Segundo a Sesau, o crescimento exibido no boletim de quarta-feira foi resultado do acúmulo das testagem e exames comprobatórios de sexta-feira (12), segunda e terça-feira (15 e 16). Já os números apresentados no boletim nesta quinta-feira pela secretaria de saúde do estado (Sesab), Camaçari aparece com 10.891 caso e  173 óbitos, uma diferença de 79 novos casos e 5 mortes.


Ábaco  Conhecido pela boa memória com números, o alcaide Antonio Elinaldo (Democratas) segue tomando drible da sua própria assessoria e de aliados descuidados e sem compromisso com a verdade. Durante visita ao Alphaville Guarajuba, semana passada, o gestor disse que o empreendimento vai gerar até 10 mil empregos.


Ábaco 2 Condomínio de casas de veraneio, com previsão de reunir menos de 170 unidades de altíssimo padrão, não deve gerar mais que 150 empregos diretos nessa fase inicial de marcação, terraplanagem e outros serviços preparatórios.


Ábaco 3 Longe de ser uma Ford, que gerou cerca de 10 mil empregos e depois reduziu pela metade, empreendimento que está licenciado desde 2019, pode chegar a um número de postos de trabalho maior, mas nada perto dos 10 mil anunciados pelo alcaide.


Sambarilove Alô, alô, doutora Andrea Montenegro, secretária da pasta de desenvolvimento urbano (Sedur). A invasão de área de APA, no caso a Rio Capivara, com a ocupação de barracas em área de manguezal na foz do Rio Jacuípe, é caso para remoção imediata.


Sambarilove 2 Mesmo informada no ano passado, por denúncia de moradores da região, a Sedur, agora mais uma vez alertada pela imprensa, promete agir. Em nota diz que ”já realizou um levantamento fotográfico e está no planejamento a remoção das ocupações irregulares”.


Sambarilove 3 Região com histórico de invasões e ocupações irregulares, vai além das queixas do ambientalistas. A falta de uma fiscalização firme por parte do município só vem ampliando o estrago. Desde o ano passado que região tem presença nas páginas policiais com o assassinato de um PM acusado de participação no esquema criminoso envolvendo terras públicas.


Microfone o radialista Deogival Nascimento do Carmo, o querido Deó de Parafuso, 72 anos, foi mais uma vítima da Covid-19 em Camaçari. Profissional competente e querido, Deó deu grande contribuição para o esporte no município com sua presença firme e respeitada no dial e ultimamente na internet. Atuou na antiga Rádio Metropolitana, na Rádio Rural 87,9 FM, na TV Litorânea, isso sem falar no serviço de som A Voz de Parafuso, que ajudou a criar, e foi uma das suas paixões.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


18/2/2021

Mais Notícias

Elinaldo defende compra conjunta de vacina contra a Covid-19
Camaçari registra 279 novos casos de Covid-19 em 24 horas
Camaçarico 24 de fevereiro 2021
Governo quer mudar lei que proíbe nepotismo no serviço público
Estudantes brasileiros não sabem resolver problemas de matemática
Conta de luz em 2021 deve subir 8% e será a mais cara desde 2018
Posto terá de informar composição do preço do combustível
Natan reconhece que Camaçari vive colapso sem leitos e UTI
Camaçari registra 311 novos casos e 7 óbitos pela Covid em 24h
Bahia antecipa ´ toque de recolher` para às 20h


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL