Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 25 de março 2020


Sintomas  A prefeitura de Camaçari entrou na Assembleia Legislativa  da Bahia (ALBA) com pedido  de decretação de Estado de Calamidade Pública no município. Medida datada desta quarta-feira (25) e enviada ao presidente da Casa, deputado Nelson Leal (PSD), faz parte de um conjunto de ações que visam ajustar as finanças do município à nova realidade  provocada pela pandemia do coronavírus. 


Sintomas 2 A expectativa é de que o pedido seja aprovado pelos pelos deputados estaduais na sessão virtual de terça-feira (31). Medida   permite  ao município parcelar dívidas, suspender o teto  de gastos obrigatórios, realizar compras  e serviços emergenciais sem necessidade do processo obrigatório de licitação enquanto durar a calamidade.


Sintomas 3 Na mensagem assinada pelo prefeito Antonio Elinaldo (DEM), destaca o trabalho que o município vem realizando para conter o avanço do coronavírus e a previsível queda na arrecadação de impostos, com a consequente  redução nas receitas do município. No documento, o alcaide demista lembra que os gastos  com o Covid-19 não estavam previstos e que  terminaram retirando recursos  que deveriam ser destinados a investimentos previstos no orçamento.  


Sintomas 4 De acordo com a previsão orçamentária para 2020, município  deveria arrecadar cerca de  R$ 1, 2 bilhão entre  impostos  municipais e repasses oriundos do governo federal  nas áreas de saúde e  educação. A Coluna apurou que  a redução na receita do município deve girar em torno de 15%, cerca de R$ 200 milhões.


Sintomas 5 Segundo apurou o Camaçarico, outras medidas, como redução de salários de secretários e  demais ocupantes de cargos de confiança, e até de servidores, não estão descartadas. Tudo vai depender da evolução da crise e o comportamento da arrecadação.


Sintomas 6  Mudou todo o calendário de inauguração das 6 creches que a prefeitura de Camaçari está construindo no município. Com o efeito coronavírus, as obras das unidades estão paradas e a previsão de entrega em abril, da 1ª unidade, no Jardim Limoeiro, ficou sem data.


Sintomas 7  Com a paradeira determinada pelo decreto municipal, suspendendo todas as obras como forma de proteger população e trabalhadores contra o avanço do Covid-19, obras como a duplicação do viaduto, prevista para abril, e outros importantes serviços em andamento terão seus cronogramas afetados.


Contaminação  A coordenadora do Centro Pop, unidade de referência especializado para população em situação de rua, deve ser a primeira vítima do efeito coronavírus na reorganização da gestão municipal. Servidora de carreira, a senhora Isabela Macedo postou em sua página no Facebook elogios ao pronunciamento do presidente Bolsonaro, que na noite de terça-feira (24) defendeu o fim do confinamento, inclusive com a volta dos estudantes às salas de aula. Na sua postagem, a servidora que festeja Bolsonaro como “estadista exemplar”, também critica a imprensa e diz que o povo está de “mimimi”.


Contaminação 2 Gestora do Centro Pop, portanto ocupante de cargo de confiança, a servidora que também é membro da igreja Assembleia de Deus, ignora o decreto do alcaide de Camaçari, Antonio Elinaldo e a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS), que defende medidas restritivas para frear o avanço do Covid-19. Atesta seu descompromisso com as políticas públicas, em especial com a unidade que comanda, responsável justamente pela atenção a uma parcela da população com extrema vulnerabilidade, por isso mesmo mais exposta e com altíssima taxa de risco de contaminação.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


25/ 3/2020

Mais Notícias

Pesquisa mostra que 45% das industrias suportam mais 3 meses
Brasil ultrapassa os 441 mil casos e se aproxima das 27 mil mortes
Camaçarico 28 de maio 2020
Rejeição ao governo Bolsonaro aumenta e chega a 43%
Indústria de calçados da Bahia demite mais de 1 mil
Pandemia da Covid-19 amplia a desigualdade entre brasileiros
Brasil tem mais de 12,8 milhões de desempregados
Camaçari registra 171 casos e 9 mortes pelo Covid-19
Supremo quebra sigilos de deputados no inquérito das fake news
Além de uma quase coincidência


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL