Busca:

  Notícia
 
PMs e Bombeiros da Bahia decretam greve por mais segurança


Policiais se reuniram em assembleia nesta terça-feira, na sede da Adelba

Os Policiais Militares (PMs) e Bombeiros (BMs) da Bahia decretaram greve por tempo indeterminado em assembleia realizada na tarde desta terça-feira (8). A decisão,  segundo a Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares (Aspra) foi  provocada diante da negativa do governo do estado de negociar com  os policiais que esperaram 3 meses por respostas as suas reivindicações. . 


“Esperamos que o governo sente e dialogue. O que nós queremos é apenas o diálogo. Se o Governo sentar e dialogar, tenha certeza que a categoria vai avançar. Enquanto não houver diálogo, não tem retorno aos trabalhos.", disse o deputado Soldado Prisco (PSC), um dos representantes da categoria, após a assembleia realizada no clube Adelba,  na região do shopping paralela, em Salvasdor. 


Ainda segundo Prisco, a recomendação é que todos os policiais  se dirigam para  os quarteis  e unidades, ou   sigam para  a sede da Adelba, onde a categoria vai permanecer reunida. "Recomendo que a população fique em casa, porque a irresponsabilidade neste momento é do Governo do Estado, em não querer negociar. São seis anos de tentativa de negociação”,  completou o deputado. 


Prisco ressaltou que a greve não é deflagrada imediatamente, pois acontece um movimento de segurança por segurança. “Foi declarado o movimento de segurança por segurança. Vocês que estão nos quarteis, não vão para rua. Vocês que estão na rua, venha para Adelba. Fique dentro dos quarteis até o Governo negociar”, afirmou.


Os policiais e bombeiros reivindicam melhorias no Planserv, cumprimento do acordo de 2014, solução para os problemas do novo sistema RH, reforma do Estatuto, código de Ética; periculosidade; auxílio Alimentação; reajuste da CET; plano de Carreira; cumprimento de ordem judicial e isenção de ICMS para Aquisição de Arma de Fogo para PMs e BMs.


Já o comandante geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Anselmo Brandão, nega a  possibilidade de greve e diz que a tropa  segue  nas ruas e trabalhando. “Foi declarada por ele [Prisco]. E nossa tropa está trabalhando. Ele está criando fato. A tropa está na rua, trabalhando. Não existe nenhuma movimentação por parte dos policiais. A tropa não obedeceu. Vamos continuar trabalhando e garantir a segurança da população”, disse.

Mais Notícias

Justiça manda suspender obras e vendas do Luar de Arembepe
Economista ligado ao agronegócio vai comandar o Incra
General fala em risco de ´convulsão social` antes de julgamento
Mais de 22 toneladas de óleo já foram retiradas de Salvador
STF começa a julgar se mantém ou acaba prisão em 2ª instância
Desigualdade aumenta no Brasil, diz estudo do IBGE
Obrigada por serem os melhores
SSP investiga atentado contra o deputado Soldado Prisco
Justiça manda interditar sedes das associações de PMs
Marcelo Odebrecht dá aula sobre boas práticas empresariais


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL