Busca:

  Notícia
 
Irmã Dulce é proclamada Santa pelo Vaticano


A religiosa e  fundadora das obras sociais Irmã Dulce será proclamada Santa pelo Vaticano. Já com o título de beata, a baiana  deve ser anunciada santa  nesta terça-feira (14) pelo Papa Francisco, segundo o jornal  Vatican News, canal oficial de comunicação do Vaticano.


Segundo a publicação, a religiosa será proclamada Santa em “solene celebração de canonizações”. A data da celebração ainda não foi divulgada. O Papa Francisco recebeu em audiência, na segunda-feira (13), o prefeito do Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, o qual autorizou o Dicastério vaticano a promulgar o decreto depois da comprovação do 2º milagre realizado pela religiosa baiana.


Três graças alcançadas por devotos, após orações a Irmã Dulce, estavam sendo analisadas pelo Vaticano, com vista no processo de canonização da religiosa. Esses três casos foram enviados ao Vaticano pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), em 2014, após análise de profissionais da própria instituição. O segundo milagre que foi reconhecido agora, no entanto, ainda não foi divulgado.


Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes, nasceu em Salvador, no  dia 6 de maio de 1914. Até sua morte, em 13 de março de 1992, irmã Dulce foi a mais importante religiosa do país e responsável por uma obra social das mais importantes. Aos 13 anos, ela passou a acolher mendigos e doentes em sua casa, o que transformou a residência da família, no bairro de Nazaré, num centro de atendimento. Também nessa época, ela começou a demonstrar interesse em seguir a vida religiosa.  Formada em professora, Maria Rita entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em Sergipe. Já como Irmã, sua primeira missão foi ensinar em um colégio mantido pela congregação, no bairro da Massaranduba, em Salvador.

Mais Notícias

Pesquisa mostra que 45% das industrias suportam mais 3 meses
Brasil ultrapassa os 441 mil casos e se aproxima das 27 mil mortes
Camaçarico 28 de maio 2020
Rejeição ao governo Bolsonaro aumenta e chega a 43%
Indústria de calçados da Bahia demite mais de 1 mil
Pandemia da Covid-19 amplia a desigualdade entre brasileiros
Brasil tem mais de 12,8 milhões de desempregados
Camaçari registra 171 casos e 9 mortes pelo Covid-19
Supremo quebra sigilos de deputados no inquérito das fake news
Além de uma quase coincidência


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL