Busca:






Caio Marcel


A cultura de Camaçari em novos rumos



Pouco mais de 15 dias após o anúncio do novo grupo de Secretários que auxiliarão o Prefeito Elinaldo na gestão da nossa cidade, muitas pastas ainda tentam se reestruturar, em meio ao caos deixado pela gestão passada. Com a Secretaria de Cultura não está sendo diferente. 
É ação básica da nova gestão, entender/conhecer o nível de criticidade em que se está recebendo uma pasta tão essencial para a propagação da cultura, arte, identidade e história camaçariense. Uma coisa é fato, os desafios são monstruosos, dada a condição precária das estruturas, a fragilidade dos processos e a gestão ineficiente a qual ficamos expostos.
A construção de um plano para atendimento de ações a curto, médio e longos prazos vem sendo construídos, todavia, as pedras que alicerçarão as ações da Secult, já foram fundamentalmente postas.
É preciso enxergar a cultura da cidade por um prisma sociocultural, onde quem faz a cultura e arte acontecer é quem precisa ser valorizado, apoiado e estruturado, para que possa, em contra partida, contribuir também socialmente no resgate e transformação social dentro de suas localidades, além, claro, de cumprirem o seu papel de salvaguarda e propagação dos legados artísticos e culturais camaçarienses. A descentralização das ações da Secult também é ponto chave nesse processo. Os Distritos, a Orla, as comunidades é que têm que ser assistidos pela Secult, e não o contrário. A formação de plateia e, a partir desse ponto, o incremento de novos grupos artísticos também deve-se somar a este novo modelo. A reestruturação do quadro de pessoal que atuará na Secretaria, em parceira com a equipe de servidores efetivos – de excelente nível, diga-se de passagem! – buscará mais eficiência e transparência no atendimento às demandas da pasta, com foco numa gestão para a cultura e arte da cidade, e não nos interesses de um grupo político, como no passado. Por fim, e importantíssimo, é preciso tratar os recursos públicos com responsabilidade e zelo. Velhas práticas devem ser exterminadas radicalmente. 
Os desafios são muitos! Vou citar alguns...
A cidade conta com um patrimônio histórico material literalmente caindo aos pedaços, basta lembramo-nos das condições terríveis em que se encontram prédios como o do antigo cinema, a estação ferroviária do Centro e de Parafuso e até do próprio prédio da Secult. A política de tombamento precisa ser revista. O Festival de Arte e Cultura é um grande elefante branco (que precisa ser completamente formatado) onde milhares de reais foram jogados pelo ralo e cujos interesses atendidos, sem dúvida, não foram os dos artistas e mestres de cultura locais. O Arquivo Público, de suma importância para a manutenção do legado documental histórico de Camaçari, agoniza dentro de uma sala completamente fora dos padrões exigidos. As Bibliotecas estão sucateadas, subutilizadas e sem atrativos para uma nova geração “Wi-Fi”. A área cultural da Cidade do Saber precisa ser ocupada pela gestão municipal. O Conselho Municipal da Cultura precisa ser revisto, tanto em sua Lei, quanto nas pessoas que realmente querem trabalhar pela cultura e arte da cidade. Os editais – Ah! Os editais – têm que ser prioridade, pois eles democratizam o acesso aos recursos públicos. Enfim, são diversos os problemas que foram herdados pela Secretária Márcia Tude. Agora, é arregaçar as mangas e partir para a batalha.
Essa estrada, parafraseando o Mestre Bule Bule, “está cheia de ladeiras e buracos”, mas temos que ter fé, pois os sinais positivos de um novo tempo para a gestão da cultura, em Camaçari, já estão sendo dados. 
Salve,
Caio Marcel, contramestre Crente, admcaio@gmail.com  é administrador de empresas, professor de cursos técnicos de escolas de Camaçari. É Contramestre de Capoeira Regional. Fundador e mantenedor da Associação Sociocultural de Capoeira Regional Bimbaê, que desenvolve ações socioculturais nos bairros do Parque das Mangabas, Gleba B, Ponto Certo, Arembepe, Piaçaveira e Machadinho, em Camaçari, além de Dias D´Ávila e Irará/BA, Paraná, Espírito Santo, São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Córdoba/Argentina e Cádiz/Espanha.


 
Últimas Publicações

A cultura de Camaçari em novos rumos


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL