Busca:






Edna Maria Pessoa


Onde está o povo?



Onde está o povo que não está nas ruas?


Está nas redes sociais compartilhando


a notícia da separação de Fátima Bernardes?


Ou no face, se engalfinhando por partido,


por religião, ou por nada?


Onde está o povo que não está nas ruas?


Não em duelo, mas pelo Brasil.


O povo, a essência da "DEMOCRACIA."


Democracia - palavra de origem grega.


Demo=povo e cracia=governo.


"Regime que se baseia na ideia


de liberdade e de soberania popular."


"Soberania popular"


O que é "soberania popular?"


É por exemplo, o povo escolher seu representante


E essa escolha não ser revogada.


Mas vivemos numa democracia capenga.


Que revoga a "soberania popular",


o governo eleito por ela.


Povo!


Onde estás que não estás nas ruas?!


Não por Dilma,


por PT,


por PMDB,


Mas pela tua soberania!


Pelo teu país!


Somos uma democracia!


Quem elege os governantes


Não é a elite, ela é minoria.


É sim, a maioria.


Nós, o povo!


Não deixemos uma hipócrita e falsa canção


embalar nossos sonhos.


A canção de um país melhor, se fora Dilma.


Por que Dilma é mais um bode expiatório.


Por que não devemos ser jamais, ouvinte


de canções antidemocráticas!


Por que a geração dos nossos avôs, dos nossos pais, muitos, agora choram, também a dor, de ver


os seus gritos silenciados.


Os gritos que estremeceram as paredes dos quartéis!


Ao não aceitarem ser embalados por canções antidemocráticas.


Muitos, foram silenciados ali mesmo, e não tiveram a epifâniade ouvir "Debaixo dos caracóis dos seus cabelos".


Muitos, ainda hoje, não tiveram o direito de "voltar" para casa.


Muitas mães, ainda hoje, estão em seus alpendres


a esperar a volta de seus filhos.


Que saíram simplesmente para expressar seus "sonhos".


Sonhos de um mundo melhor, de um país melhor!


O desejo de viver em um país democrático.


Seu direito a um país com igualdade de direitos


para todos! Para o povo!


Não deixemos que os gritos, que a democracia,


que a soberania nossa, seja pifiamente enterrada!


Não esqueçamos que hoje, somos todos aqueles


que um dia saíram às ruas por um país democrático.


Homens e mulheres que foram mortos,


que foram torturados, que foram mutilados, violentados.


Violentados nos seus direitos mais sagrados:


Na sua integridade.


São esses homens e mulheres, que estamos hoje,


que nem no passado assim fora, sepultando mais uma vez:


sua força, sua dor, seu sangue, sua vida!


sua glória, a democracia!


Ao ficarmos em nossos sofás


empapuçando-nos de uma mídia fajuta,


de um Senado corrompido,


de uma Câmara de Deputados falaçaria!


Ainda somos herdeiros de alguma honra


desses homens e mulheres?


O que estamos fazendo com o passe-livre


para a democracia, deixado por eles?


O que estamos fazendo com essa democracia


ainda ungida de seu sangue?


Vivemos realmente numa democracia?


Como nos denominarmos povo livre,


se estamos sendo cúmplices no sepultamento


da nossa "soberania"?


Vamos novamente sepultar o insepultável?


A História?


A história dos homens e mulheres que saíram


as ruas durante o período da "Ditadura Militar",


não por partido, não por candidato,


mas pela pátria! Pela democracia?!


Onde está o povo que não está nas ruas?


Edna Maria Pessoa  ednamariapessoa@gmail.com é potiguar, escritora, graduanda do curso de História (UNEB), e gestora do Projeto Roda Literária Itinerante. Para ler a obra da autora, acesse: www.recantodasletras.com.br/autores/andemaria ou http://ednampessoa.blogspot.com.br


 
Últimas Publicações

“Cuspam na legalidade...”
Maquiaveliano às avessas
Acordo Leonino e a Cultura Popular
A saúde em Camaçari está às traças. Quanto pode esperar seu coração, sua mama?
Onde está o povo?


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL