Busca:






Marcelo Ferrão


O mausoléu da fé



Envergonhado, assisti a inauguração do templo de Salomão erguido pela Igreja Universal. Um absurdo! 


Em um país onde milhões de crianças passam fome e pessoas apodrecem à espera de atendimento médico, ver uma ostentação desta envergadura é algo degradante. 


Mesmo sob denúncias de irregularidade na construção, falta de alvarás e desvio na tributação, as principais autoridades políticas do país prestigiaram o evento e enalteceram este feito despropositado. Fruto da política, fruto do inimigo.


Seguindo o funk que aliena nossa juventude, a IURD sintoniza com a modernidade e promove a ostentação como o reforço da fé, deslocando o eixo da crença religiosa para a realização financeira. E faz isto como se Deus estivesse mais preocupado com luxo do que com o coração das pessoas. 


Uma obra do homem, patrimonialista, que coloca o dinheiro acima da crença, demonstra a decadência da concepção da religião promovida por alguns líderes religiosos do nosso país. 


Somente as pedras importadas para erguer o mausoléu custaram mais de 160 milhões de reais, declarados. E pasmem, todas foram todas isentas de impostos! 


Enquanto milhares de pequenas empresas fecham as portas por causa da dura tributação, o templo da vergonha não deixou um centavo sequer para os cofres públicos. 


Tanto previsível que Edir Macedo, dinheirista, megalômano, e que algum tempo atrás foi flagrado em vídeo ensinando seus discípulos a achacarem os fiéis, seja o responsável por esta vergonha nacional. Na época, quando o vídeo foi divulgado, a Igreja Universal emitiu nota para seus fiéis dizendo que era tudo invenção do diabo e proibiu que assistissem televisão. Exceto, é claro, os inúmeros veiculos de comunicação da própria congregação.  


Talvez minha indignação seja pelo fato de que a caixa forte foi erguida com o dízimo de nosso povo pobre e sofrido ludibriado pelos espertos de plantão. 


Parece que os ensinamentos de Cristo, Rei dos excluídos, dos mendigos, dos pobres, dos bêbados e das prostitutas, de nada serviu para o punguista Macedo. 


De tudo isto, tenho somente uma certeza: Deus não está lá dentro, nem Salomão.  


Deus está nas ruas cuidando de nossas crianças nas sinaleiras, embaixo de marquises, está no olhar daqueles que rondam as latas de lixo, nos enfermos que se amontoam nas filas dos hospitais. 


Deus está nos bons pensamentos e nas boas atitudes que dedicamos para quem realmente precisa. 


Se nosso bom pai estiver neste templo, deve estar tão envergonhado quanto eu, fazendo a relação de todos aqueles que promovem o estelionato na terra em seu nome.


Marcelo Ferrão marceloferrao@hotmail.com é fotojornalista, humanista. Atualmente é  assessor da deputada estadual Luiza Maia (PT) 


 
Últimas Publicações

Deu zebra na invasão fake Morro da Manteiga
Nenhum ser vivo é descartável - Uma triste história de Páscoa
Os intolerantes políticos
Diga não ao estacionamento na Praça das Amendoeiras
O mausoléu da fé


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL