Busca:






Carlos Silveira


13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI, DE 1977 – 1989 (3).



O ano de 1980 foi talvez o mais importante do ponto de vista da organização dos trabalhadores deste período. Em 1980 fundamos pelo menos três organizações do movimento popular que vieram a influenciar até hoje a nossa vida política, a saber: A Associação de Moradores da Gleba C ( AMGC), o SINDITICCC – Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de Camaçari,  e o PT – PARTIDO DOS TRA BALHADORES, dentre outras, seguramente até hoje o SINDITICCC influencia na vida política do município, a AMGC de muito tempo entrou em um processo que só influencia no próprio bairro e o PT como sabemos dirige os destinos do município a mais de seis anos.


A AMGC surgiu da necessidade dos moradores daquele bairro, organizarem-se para conseguir água, dentre outras reivindicações do momento. Faltava água em todo o bairro por vários dias. Os moradores tiveram que ir a luta de fato, chegando a fazer várias passeatas para Prefeitura e Embasa, bem como fizemos uma chave e volta e meia abríamos o registro geral da Embasa na passagem de nível dos 46 para termos água no bairro. A Associação nasceu, portanto com ampla participação popular e a partir das necessidades concretas dos seus associados.


Com forte participação e inspiração dos comunistas do PT e do PC do B, foi naquele período uma das principais organizações populares na luta contra a Ditadura Militar em nosso município. Este humilde escriba tem a honra de ser um dos seus fundados e presidente naquele período. Já de muito tempo esta Associação trilha outros caminhos, deixou de ser uma entidade engajada na luta por melhores dias para o povo do Bairro, da Cidade e do País, para cuidar de interesses pessoais de um ou dois indivíduos, infelizmente na caminhada tem destas coisas.


Em 1980 as condições de trabalho na construção civil e montagem industrial em nosso município eram muito difíceis, os trabalhadores eram transportados em caminhões com baú de madeira como se fossem animais. As “gatas”, terceirizadas e até quarteirizadas não atendiam minimamente o direito dos trabalhadores. Foi assim que os trabalhadores das bases do PT e da Igreja Católica começaram a discutir a criação de um Sindicato que lhes defendessem e representassem seus interesses coletivos.


A assembleia de fundação deu-se no mês de dezembro de 1980 no Barracão da Igreja Católica no PHOC I, onde quase uma centena de trabalhadores resolveu criar o SINDITICCC. Tive a honra de ser escolhido entre os trabalhadores para dirigir a Assembleia de Fundação e acabei lavrando a sua primeira ata, bem como acompanhando todo o processo de fundação no que se refere a sua parte legal e política. Naquele período viajávamos de bicicleta pelos bairros contactando os trabalhadores para filiarem-se ao sindicato.


Durante as décadas de 1980 e 1990 o SINDITICCC foi um grande bastião da luta dos trabalhadores e da luta política de esquerda deste município, com certeza uma das principais ferramentas contra a Ditadura Militar e facilitadora da organização do nosso povo, poderíamos lembrar aqui gloriosas jornadas de lutas onde se destacaram este sindicato e seus dirigentes.


Aqui abro um parêntese, ligando o passado ao presente... Infelizmente nos últimos anos esta entidade que tanto serviu a causa dos trabalhadores de Camaçari e região, vem desvirtuando sua trajetória, parte dos seus dirigentes vem tendo uma prática que não é a mais correta, confundindo a luta socialista da classe trabalhadora com os seus interesses pessoais. Na história do socialismo este fato volta e meio ocorre não só nos sindicatos, como em todo espaço onde atuamos. É necessário manter-se sempre vigilante, seja em sindicato, partido ou governo. Faço votos que muito em breve o SINDITICCC venha novamente a ser uma trincheira de luta do povo, de organização dos trabalhadores e luta pelo socialismo. Não podemos confundir alguns dirigentes corruptos com a entidade e devemos ajudar a tirar da lama esta que é uma grande ferramenta de classe.


No Barracão do Pe. Geraldo, bairro do Triangulo, fundamos o PT, formado aqui por comunistas, jovens da igreja católica, trabalhadores da base do Sindiquimica, têxteis, metalúrgicos, pedreiros, montadores, carpinteiros, donas de casa dentre outros. Em 1980 criamos aqui a ferramenta política que durante este tempo todo fermentou-se para hoje desempenhar o papel principal no cenário político municipal.


Foram anos difíceis, quando em novembro de 1981, o metalúrgico LULA DA SILVA visitou o PT de Camaçari, em um comício na Praça Abrantes ele disse: “nosso partido um dia dirigirá os destinos do país”, esta frase só veio a ser sentida por muitos vinte anos depois. Nestes vinte anos o PT esteve em todas as trincheiras da luta política de esquerda do nosso município. Horas com mais força, horas com menos força, porém coerente sempre, sem transgredir nos seus princípios: a defesa e a organização da classe trabalhadora e seus aliados históricos.


Carlos Silveira - cabras@contratosc.com.br – é advogado, empresário contábil, ex-secretário municipal e fundador do PT de Camaçari


 
Últimas Publicações

13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI, DE 1977 – 1989 (3).
Junho
13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI DE 1977/1989 (1)
13 ANOS DE HISTORIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI DE 1977/ 1989 (2)
13 ANOS DE HISTÓRIA DO MOVIMENTO POPULAR DE CAMAÇARI, DE 1977 – 1989 (4)
13 Anos de História do Movimento Popular de Camaçari 1977/1989 (5)
Dona Luiza abriu uma garrafa de champanhe...
Qual a ligação existente entre mãe Rosa Vidal e o padre Valmir?
Quando eu ia a pé para Cachoeira, eu e minha Avó Josefina
Eu ontem à noite conversava com o jovem Laion sobre as manifestações
MEMÓRIA: Camaçari, 50 anos do golpe militar Considerações sobre a confissão de um torturador
Um ligeiro passeio sobre o atual momento
As mulheres na política de Camaçari
Não serei o taxi da contabilidade


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL