Busca:






Adelmo Borges


O necessário exercício da democracia nas grandes decisões



Nesses últimos dias, grande movimentação tem se manifestado nas hastes do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Camaçari. Conforme o calendário estabelecido pelo DM, nesta semana serão definidos os 165 nomes que comporão o colégio de delegados que terá a atribuição de definir os encaminhamentos para que a população passe a conhecer, em 27 de novembro de 2011, o nome que disputará as eleições majoritárias em 2012, e posteriormente os nomes que se colocam a disposição da sociedade no sentido de ocupar as dezenove cadeiras na Câmara Municipal de nossa cidade.


Esse exercício da democracia partidária interna desmitifica os conceitos que permeiam os quatro cantos da cidade, por pessoas sem vinculação partidária, por oposicionistas e também, por alguns militantes petistas com relação ao apartamento do PT de sua originária organização. Puro engano, O PT continua ativo, se nutre e se revigora no debate, na liberdade das disputas, tanto entre seus quadros de direção, suas figuras ilustres, como entre os mais simples de seus filiados. É um direito estatutário preservar a critica, o respeito a posição de todos os filiados. O que sempre prevalece é o posicionamento da maioria seja ela através do argumento, do convencimento ou no voto.


Alguns desavisados, principalmente os oposicionistas, divulgam nos quatro cantos da cidade que o PT é de propriedade de Luiz Caetano. Não é verdade. Caetano é atualmente a maior figura política do município de Camaçari, fruto do acumulo e de suas posições políticas nos últimos anos. A ação que têm desenvolvido à frente do executivo municipal tem despertado o interesse da comunidade política estadual e nacional e com elas tem elevado o nome do município e projetado nomes que figuram na política e na administração local. Não é sem razão que contamos com duas representações na Assembléia Legislativa e contribuimos para a eleição de diversos deputados federais. Camaçari passa a contar sua historia com um corte que determina o antes e durante o governo petista. Sendo assim, não resta dúvida que Caetano passou a ser o maior eleitor do município, portanto deve, como filiado do PT contribuir com o partido no nível de sua capacidade e experiência opinando e influenciando nas decisões, contudo respeitando as decisões da maioria.


Dentro das suas atribuições o Diretório Municipal (eleito pelo Processo de Eleição Direta – PED 2009) se reuniu no ultimo dia 16 de novembro de 2011 e deliberou pelas seguintes regras:


- O PT apresentará candidatura com o objetivo de liderar um amplo leque de partidos aliados no objetivo de dar continuidade aos avanços da gestão petista conduzida pelo companheiro Luiz Caetano à frente da Prefeitura de Camaçari, marcada por políticas inclusivas, democráticas e inovadoras, as quais beneficiaram a maioria da população camaçariense, sobretudo as parcelas de menor poder econômico.


- As diretrizes para o nosso programa de governo 2013-2016 serão construídas com a nossa militância, com os movimentos sociais, com a intelectualidade e com outras forças políticas e sociais, incorporando avanços constituídos nas duas gestões do PT com o prefeito Caetano e indo adiante de forma ousada e criativa para enfrentar os diversos desafios postos pelo processo de metropolização em curso na nossa cidade.


- Conscientes de que é fundamental consolidar a unidade partidária, construiremos o consenso trabalhando incessantemente pela não realização de prévias, dada a necessidade de se acelerar o debate com as demais forças políticas do município, tendo em vista o papel protagonista do PT na costura de uma grandiosa aliança dos partidos que fazem parte da atual base da presidenta Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner.


Confiantes no pleno êxito da construção da candidatura petista, e do entusiasmo que ela provocará na nossa militância, aglutinando um vasto apoio dos partidos e forças sociais da cidade, reafirmamos a unidade e a força do nosso partido.


A Comissão Executiva Municipal em 19 de outubro definiu um calendário de atividades no sentido de preservar a participação de todos os filiados (inscrito a 360 dias e atualizado suas obrigações partidárias) e garantir a transparência necessária para definir o candidato que o partido apresentará à sociedade visando à sucessão de Luiz Caetano, no pleito de 2012, em estreita observação ao determinado pelo Diretório Nacional, em relação aos eventos e os intervalos de datas para sua realização.


20.10.2011 Abertura de inscrição de chapa de delegados


20.10.2011 Abertura de inscrição de pré-candidatura a prefeito


27.10.2011 Decisão do Diretório Municipal sobre realização de prévias/ Debate de definição de Tática Eleitoral


07.11.2011 Eleição de Delegados


14.11.2011 Encontro de definição de Tática Eleitoral


23.11.2011 Encontro de definição de candidatura


Um exercício da democracia partidária, no sentido que todos os filiados possam influir decidir e se comprometer com o resultado que emana da maioria. 


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é vice-presidente do PT de Camaçari e membro do Movimento Alternativa Socialista


 
Últimas Publicações

Uma semana importante
Os caminhos da sucessão
Os passos da sucessão
Camaçari de 2020
Serin e o Orçamento Participativo
Camaçari nos últimos 10 anos
Um grande desafio
Camaçari Desenvolvimento Econômico/Social
Mais que uma festa popular
Perfil da juventude brasileira
Partidos e políticos de Camaçari
Revista de Semana
Tata Kambondo
PT um partido ideológico ou de massa?
Tempo de Afirmação, de Decisão
Fatos e Efeitos
Todo parto tem sua dor
Todo parto tem sua dor
O necessário exercício da democracia nas grandes decisões
Parabéns


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2017 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL