Busca:






Adelmo Borges


Fake’s



Os negócios, assim como a política internacional e nacional, estão sendo conduzidos com a veiculação - em sites, na grande mídia e nas redes sociais - de notícias distorcidas ou falsas criadas com o objetivo de comprometer ou rechear deficiências dos concorrentes ou adversários. O volume e a frequência da utilização desse recurso levam à suspeição que grupos econômicos, interesses pessoais e/ou organizações políticas tem aplicado valores significativos, fomentando o surgimento de instituições clandestinas organizadas para criar e popularizar as informações assim como organizações especializadas em identificar e desfazer – quando é possível – as informações veiculadas.


Eventos contundentes com a utilização de fakes ocorreram durante as eleições americanas, com suspeitas que o presidente Trump tenha se utilizado do apoio do governo russo e de agentes recrutados para a execução da demanda. Comenta-se, também, que fatos foram identificados durante as eleições da França, Itália, Alemanha, Hungria, Egito, África do Sul, Argentina, Venezuela, Peru e muitos outros.


No campo comercial se observa os litígios entre os sucos naturais e os refrigerantes, da manteiga e da margarina, no comércio internacional de carne, de grãos, do petróleo, minério de ferro, mais ainda nas decisões que afetam a cotação do dólar americano, vindo a causar prejuízos para uns e alta lucratividade para outros, seja através das bolsas de valores ou na negociação direta.


No Brasil – assim como nos demais países - a reprodução dessa prática tem provocada a disseminação de insegurança e descrédito nas informações que povoam o cotidiano da sociedade contribuindo para a desmobilização depressiva para que o coletivo se desmotive a participar de eventos que envolvem diretamente os interesses populares, notadamente agendas reformistas definidas em gabinetes fechados entre grupos de interesses, em um momento de determinação de cenários futuros em relação ao desenvolvimento econômico, social e cultural. Fatos contundentes que comprometem princípios republicanos e do estado de direito são colocados em plano secundário, diante de uma avalanche de informações de negligencias, corrupção e crimes coorporativos entrelaçados a equívocos políticos e judiciais proporcionais aos interesses em jogo.


Nos últimos anos, Camaçari, também, adotou essa modernidade. Inúmeros sites foram registrados para disseminar os interesses de determinado grupo e/ou para barganhar as benesses da publicidade, mais ainda sites tradicionais, buscando a sobrevivência, tem se contaminado com essa práica e assim contribuindo para a ignorância política e econômica coletiva. De um Lado o governo local a veicular informação acima dos benefícios efetivamente estabelecidos em seus feitos, com baixa exposição dos dados dos custos e fontes financeira e/ou custo-benefício, afastando-se dos compromissos em relação à promoção social, valorização dos colaboradores, adoção de transparências e participação popular quanto às ações e políticas publicas a serem desenvolvidas.


Do outro lado a oposição com uma pratica abusiva e jocosa de denuncia, também sem objetividade e detalhamento das denuncias que se avizinha da política pela política e nada mais. Os interesses da organização social, do fomento à formação política e a reiterada reivindicação de transparência e participação população com relação a os atos governamentais, pouco se evidencia.


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é filiado ao Rede Sustentabilidade


 
Últimas Publicações

Uma semana importante
Os caminhos da sucessão
Os passos da sucessão
Camaçari de 2020
Serin e o Orçamento Participativo
Camaçari nos últimos 10 anos
Um grande desafio
Camaçari Desenvolvimento Econômico/Social
Mais que uma festa popular
Perfil da juventude brasileira
Partidos e políticos de Camaçari
Revista de Semana
Tata Kambondo
PT um partido ideológico ou de massa?
Tempo de Afirmação, de Decisão
Fatos e Efeitos
Todo parto tem sua dor
Todo parto tem sua dor
O necessário exercício da democracia nas grandes decisões
Parabéns


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL