Busca:

  Notícia
 
Quase 80% da frota nacional de veículos tem mais de 5 anos


A frota brasileira de automóveis está ainda mais velha e ganhou mais idade  depois da pandemia, que provocou queda da renda, desmeprego e redução do poder de compra do brasileiro. Composta basicamente por modelos a combustão, que poluem mais, frota nacional possuem apenas  23,5% dos automóveis que circulam no país com idade até 5 anos de uso, os chamados seminovos. Há 10 anos, essa fatia era de 43,1%.


Os mais “velhinhos”, acima de 16 anos de uso, passaram de 18,8% da frota para 19,4%. Os intermediários (de seis a 15 anos) eram 38,1%, em 2012, e hoje são 57,1%. Os dados são de estudo anual feito há mais de duas décadas pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças).


Em 2012, um veículo, de forma geral, poluía cerca de 50% mais do que um similar atual. Em termos de consumo, o atual é 22% mais eficiente, segundo Raquel Mizoe, diretora de Emissões de Veículos Leves da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA).


Em 2021, a frota do país era formada por 38,2 milhões de automóveis, com idade média de 10 anos e cinco meses, a mais velha em 26 anos. Somando comerciais leves, caminhões e ônibus, a frota chega a 46,6 milhões de veículos com idade média de 10,3 anos, também a mais alta desde 1994.


Já o segmento de motocicletas ficou estagnado em 12,8 milhões de unidades, com idade média de 8,5 anos, a mais antiga desde 1990. Há 10 anos, por exemplo, a média era de 5,5 anos. Este ano, as vendas de motos estão próximas das de automóveis.CB

Mais Notícias

Brasil não aproveita talento das crianças e amplia desigualdade
Prefeitos protestam contra medidas que ampliam despesas
Pacote de bondades levará o Brasil ao inferno após eleições
Congresso decide sobre PEC das Bondades e CPI do MEC
Senador Otto Alencar não acredita na instalação da CPI do MEC
PSOL se solidariza e repudia agressão a veículos de imprensa
Regulação: “Fila da Morte" Como Acontece
Ford passa a desenvolver tecnologia automotiva em Camaçari
Maioria das chapas presidenciais segue sem definir o vice
Mês de julho deve chover pouco na Bahia, diz Inmetro


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2022 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL