Busca:

  Notícia
 
Bahia é campeã nacional do desemprego com taxa de 17,6%

A taxa de desemprego  na Bahia  foi de 17,6% no primeiro trimestre (janeiro/março) deste ano e aparece como a maior do país, segundo o Instituto Brasiuleiro de Geografia e Estatrística (IBGE). O indicador baiano seguiu bem acima do nacional (11,1%) e equivalia a quase quatro vezes o verificado em Santa Catarina, que tem a menor taxa de desocupação do Brasil (4,5%).


O número de pessoas procurando trabalho (desocupadas ou desempregadas) somavam 1,250 milhão no 1º trimestre do ano, com variação para cima não significativa frente ao trimestre anterior (+10 mil desocupados) e queda de 13,3% em relação ao mesmo período de 2021 (menos 192 mil desocupados em um ano). 


Já o grupo das desalentadas soma 648 mil pessoas. A Bahia segue com o maior número absoluto de desalentados do país, posto que detém ao longo de toda a série da PNAD Continua, desde 2012. No 1o trimestre de 2022, no Brasil, havia 4,594 milhões de desalentados, número que caiu tanto frente ao 4o trimestre de 2021 (-4,1% ou menos 195 mil pessoas) quanto frente ao 1o trimestre de 2021 (-23,0% ou menos 1,376 milhão de pessoas). Segundo o IBGE, estado de desalento é quando a pessoa que gostaria de trabalhar, desistiu de procurar emprego por acreditar que não conseguiria.


Ainda de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do IBGE,  entre janeiro a março de 2022, havia 5,864 milhões de trabalhadores na Bahia. O número teve redução não significativa frente ao final de 2021 (-50 mil ocupados), mas cresceu 12,9% frente ao 1º trimestre de 2021 (+669 mil pessoas em um ano).


A taxa de desocupação mede a proporção de pessoas de 14 anos ou mais de idade que estão desocupadas (não trabalharam e procuraram trabalho) em relação ao total de pessoas que estão na força de trabalho, seja trabalhando (pessoas ocupadas) ou procurando (desocupadas).

Mais Notícias

Baiana Bia Ferreira está na final do Mundial de Boxe
Camaçarico 18 de maio 2022
Bahia segue em 1º lugar no ranking nacional de assassinatos
Trabalho sem carteira já atinge 39,1% da população ocupada
Bolsonaro aciona Moraes por abuso de autoridade
A propaganda continua sendo a alma do negócio
SUS continua com mesma estrutura pré-covid
Preço do gás veicular dispara e conversão deixa de ser vantagem
Senado prepara volta de vantagens salariais para magistrados
`A obra da ponte SSA-Itaparica já está andando`


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2022 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL