Busca:

  Notícia
 
Supremo autoriza Geddel a cumprir prisão no semiaberto


Geddel e o irmão Lúcio continuam condenados por lavagem de dinheiro

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB)  ganhou progressão da pena e vai poder  sair de casa para trabalhar. A conversão da prisão domicialar para a semiaberta foi dada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).


O Ministério Público Federal (MPF) ainda chegou a pedir, no início deste mês de setembro, a revogação da prisão domiciliar do ex-ministro, solicitando que ele retornasse a cumprir pena em regime fechado, mas não obteve sucesso.


Geddel, que foi ministro nos governos Lula e Temmer, está preso desde  setembro de 2017, após a Polícia Federal encontrar R$ 51 milhões em um apartamento utilizado por ele no bairro da Graça, em Salvador. Depois, Geddel foi condenado, em outubro de 2019, a 14 anos e 10 meses de prisão em regime fechado pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa.


Em julho de 2020, o STF converteu a execução da pena em prisão domiciliar humanitária com monitoramento eletrônico, devido a um agravamento geral no quadro de saúde de Geddel, por ter testado positivo para o novo coronavírus, além de ser portador de comorbidades que aumentam o risco de casos graves da Covid-19.


Em agosto deste ano  o ex-ministro e seu irmão, o ex-deputado  Lúcio Vieira Lima (MDB) tiveram a condenação  por associação criminosa derrubada. Foi mantida  apenas a condenação por lavagem de dinheiro. Na época, a pena foi reduzida para 13 anos e quatro meses, ainda em regime fechado.

Mais Notícias

Brasil lembra Paulo Freire e sua importância para a educação
Camaçari registra 4 novos casos de Covid-19 em 24h
Micro e pequenas indústrias estão com dificuldade de voltar à normalidade
Operadora do sistema elétrico diz que horário de verão não traz economia
PRF apreende R$ 6 milhões em maconha em carga de feno
Camaçari registra 1 óbito e 5 novos casos de Covid em 24h
Lula segue com vantagem na disputa presidencial de 2022
Pesquisa Datafolha mostra aumento da rejeição a Bolsonaro
Camaçari registra 4 novos casos de Covid-19 em 24h
Camaçari suspende vacinação de adolescentes


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL