Busca:

  Notícia
 
Petroleiros suspendem grave e abrem negociações


Os petroleiros suspenderam a greve que a categoria realizava desde fevereiro na Bahia, no Espírito Santo, no Paraná e em Santa Catarina. A Petrobras  pediu a retomada das negociações com os trabalhadores, através de um documento entregue ao Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA) no último sábado (3), cerca de 30 dias após o início da paralisação. Categoria protestava contra a venda da Refinaria Landulfo Alves (Rlam), em São Francisco do Conde.


Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), os petroleiros discutem com a Petrobras o tratamento que será dado pela empresa aos dias e horas parados; a parada de manutenção da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), que vem sofrendo com um surto de Covid-19; além da discussão da pauta corporativa dos trabalhadores próprios e terceirizados, que tratam da segurança no trabalho e da redução do efetivo.


O Sindipetro-BA e a FUP afirmam que a retomada das negociações sempre foi o desejo da categoria, inclusive exposto em diversos comunicados sobre o movimento grevista. Entretanto, segundo os sindicalistas, a gestão da Petrobras não sinalizou com qualquer possibilidade de diálogo antes de recorrer à Justiça, onde conseguiu impor, através de liminar, uma multa diária de R$ 100 mil aos grevistas.

Mais Notícias

STF anula julgamento e torna Lula apto a disputar eleição de 2022
Seis por meia dúzia
Camaçari registra 16 óbitos e 67 novos casos de Covid em 24h
Pandemia restringe a entrada de brasileiros a apenas 8 países
Estudo diz que Brasil descuidou e virou epicentro da Covid
Bahia registra queda na atividade turística em fevereiro
Deserdados, Órfãos da Terra
Prazo para pagar IPTU com desconto termina terça-feira
TCU livra Lula e Dilma e condena Gabrielli por compra de refinaria
Camaçari registra 6 óbitos e 95 novos casos de Covid em 24h


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2021 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL