Busca:

  Notícia
 
Polícia Federal começa a investigar incêndios no Pantanal

Dida Sampaio - Jornal O Estado de São Paulo

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (14), a Operação Matáá, para apurar a responsabilidade criminal pelas queimadas na região do Pantanal Sul. Cerca de 31 agentes cumprem dez mandados de busca e apreensão nas cidades de Corumbá e Campo Grande para investigar supostos envolvidos com queimadas que devastaram mais de 25 mil hectares do bioma pantaneiro, atingindo Áreas de Preservação Permanentes e os limites do Parque Nacional do Pantanal Mato- grossense e da Serra do Amolar.


Os investigados poderão responder pelos crimes de dano a floresta de preservação permanente, dano direto e indireto a Unidades de Conservação, incêndio e poluição, cujas penas somadas podem ultrapassar 15 anos de prisão, informou a PF.


A análise de imagens de satélites e o sobrevoo das áreas conseguiu identificar o início e a evolução diária dos focos de queimadas da região. As diligências foram feitas em fazendas nas margens de rio. Em razão da impossibilidade de voo por causa da fumaça das queimadas, os agentes chegaram até os locais em barcos, informou a PF.


Segundo a corporação, o nome da operação, ‘Matáá’, significa ‘fogo’ no idioma guató e faz referência aos índios pantaneiros Guatós que vivem nas proximidades das áreas atingidas.

Mais Notícias

Seinfra promete entregar duplicação do viaduto em dezembro
Pantanal registra a maior queimada desde 2005
Camaçari registra 31 novos casos de Covid-19 em 24h
Mega Sena acumula e tem prêmio de R$ 50 milhões no sábado
Volks reconhece apoio à ditadura e faz acordo de R$ 36 milhões
População mais pobre corre mais risco de ser infectada pela Covid
Quanto você realmente deve?
Camaçari registra 17 novos casos de Covid-19 em 24h
Bahia registra a maior taxa de desempregados do Brasil
Cabo eleitoral


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL