Busca:

  Notícia
 
Idoso é a maior vítima do desemprego com a Covid-19


Os profissionais mais velhos tiveram o maior aumento relativo no número de demissões no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2019. De acordo com dados do Caged, cadastro do Ministério da Economia sobre o emprego formal, cerca de 67 mil profissionais com 65 anos ou mais saíram do emprego.


Esse número, no chamado grupo de risco, representa uma alta de 25% ante os primeiros 6 meses de 2019. Na faixa etária de 50 a 64 anos, o crescimento foi de 9%, com 756 mil pessoas que foram dispensadas ou pediram demissão no período.


Nas etapas intermediárias da carreira, a tendência foi contrária. Na faixa dos 25 aos 29 anos o que se viu foi uma queda de 2,3% nos desligamentos, o que representa 1,4 milhão de demissões. E dos 30 aos 39 anos, um recuo de 1,6%, com 2,3 milhões de cortes. A faixa etária até 17 anos também teve mais trabalhadores saindo do emprego nos primeiros 6 meses de 2020. Foram cerca de 100 mil, alta de 17% ante 2019.

Mais Notícias

Camaçari retoma o sistema de transporte intermunicipal
Brasil tem 9 mil voluntários para testar a vacina da Covid-19
Camaçari registra apenas 4 casos de Covid-19 em 24 horas
O orçamento na pandemia –Parte2
Brasil deve gastar cerca de R$ 700 bilhões com a Covid-19
Estudo mostra que carga viral pode indicar maior risco de morte
Camaçari conta 4.445 casos com os 43 novos contaminados
Fortuna do dono do Facebook cresce com a pandemia
Segmento dos supermercados segue em crescimento
Justiça tira Fernando Gomes do comanda de Itabuna


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL