Busca:

  Notícia
 
Prefeitura suspende contrato do viaduto por atraso nas obras


Duplicação do viaduto estava prevista para ser concluída em abril

Duplicação do viaduto estava prevista para ser concluída em abril

A prefeitura de Camaçari vai realizar o distrato contratual com a Construtora Andrade Mendonça, empresa que venceu a licitação para executar o projeto de duplicação do Viaduto do Trabalhador.  Segundo a prefeitura, uma das justificativas do governo é o descumprimento de prazos por parte da organização. Com investimento de R$ 13.456.940,75, obra tinha previsão de conclusão em abril.
A suspensão dos trabalhos foi informada no Camaçarico (Confira). Cobrada pela Coluna, a Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) não respondeu.

Ainda segundo nota da prefeitura, com a pandemia a empresa passou a apresentar algumas dificuldades financeiras que causaram atraso no cronograma da obra e redução na produtividade. Segundo o prefeito de Camamari, Antonio Elinaldo (DEM), a admnistração municipal  sempre prezou pelo cumprimento dos tramites contratuais. “Todos os pagamentos à empresa estão em dia, os recursos estão assegurados, não existe nenhum atraso de pagamento”, relatou.

De acordo com o contrato nº 382/2019, a construtora teria até o dia 31 de abril para finalizar as intervenções, mas com o descumprimento do prazo de execução, a conclusão da duplicação do viaduto se tornou inviável. “A empresa não teve lastro financeiro para seguir com a obra, devido a todos esses problemas que o país atravessa, e por isso estamos chamando a segunda colocada no processo de licitação para dar continuidade ao serviço e entregar o viaduto duplicado à população”, disse o prefeito.

A Seinfra já enviou para a Procuradoria Geral do Município (PGM) a solicitação do termo de distrato que vai determinar a nova empresa que dará continuidade à obra, evitando mais atrasos e prejuízos à população.

Outras Fotos
Mais Notícias

Comércio brasileiro deixou de faturar R$ 240 bi com pandemia
Governo engaveta R$ 33 milhões que iriam para a Amazônia
Camaçari se aproxima dos 2 mil casos de Covid-19
Vendas no varejo voltam a subir em maio com flexibilização
ONU mostra preocupação com Lei brasileira sobre fake news
Provas do Enem devem acontecer em janeiro
Camaçari se aproxima dos 1.900 casos e já conta 47 óbitos
Camaçarico 7 de julho 2020
Bolsonaro testa positivo e entra em quarentena
Associação de magistrados critica atuação do MPF na Faroeste


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL