Busca:

  Notícia
 
Greve dos petroleiros completa 18 dias com queda de produção

A greve dos petroleiros entra no 18º dia sem acordo. Categoria pede o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho e a suspensão das demissões dos trabalhadores da Fafen Paraná. De acordo com o sindicato, cerca de 70% dos servidores concursados e 70% dos terceirizados integram o movimento grevista na Bahia. Com isso, o estado sofreu uma redução de 20% na produção de petróleo e gás e a Refinaria Landulfo Alves está com carga de processamento abaixo de 50%.


Ainda de acordo com a Federação Única dos Trabalhadores (FUP), dos 18 sindicatos ligados à  entidade, 16 apoiam a causa. Segundo o diretor de comunicação do Sindipetro-Bahia, Radiosvaldo Costa, apenas as entidades de Alagoas, em Sergipe, e da cidade do Rio de Janeiro ainda não aderiram ao movimento.


"Temos conseguido uma participação alta. Conseguimos redução da carga de processamento das refinarias, principalmente as de Minas Gerais, Cubatão, Duque de Caxias e aqui a RLAM [Refinaria Landulfo Alves, em São Francisco do Conde]. O que compromete e muito o abastecimento de derivados, como o combustível e o gás de cozinha", disse Costa.

Mais Notícias

Justiça suspende medidas de Bolsonaro que reduziam isolamento
Cimatec Park produz álcool para postos de saúde
Sobe para 93 mortes e 3.477 casos confirmados do Covid-19
Situação habitacional dos brasileiros dificulta o isolamento
Sem isolamento total Brasil pode chegar a 1 milhão de mortes
Filha de ex-prefeito deixa governo para disputar vereança
Camaçarico 27 de março 2020
Brasil tem 77 mortes e quase 3 mil casos confirmados
Dona do Magazine Luiza é contra a demissões de empregados
Camaçari antecipa salário para evitar aglomerações


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL