Busca:

  Notícia
 
Cenário 2020


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é dirigente do Rede Sustentabilidade de Camaçari

A apreciação do quadro político nacional permite algumas considerações a partir da opinião de diversos estudiosos no assunto. De maneira geral o quadro é de muitas dúvidas.


O governo de Bolsonaro não construiu uma base parlamentar o que possibilita que a Câmara de Deputados e o Senado protagonizem as principais pautas de interesse do país com reflexos na política fiscal e na economia. As intervenções do presidente com relação a politica internacional e nacional, assim como, suas posições no que se refere ao princípio de autoridade, sentimentos de gêneros e comportamentais tem dividido as opiniões, inclusive no seio dos seus adeptos. Assim, é temerário falar em influencia decisória do governo federal nas eleições municipais de 2020 e ampliação dos partidos alinhados com a posição política do planalto central.


Os números das agências de pesquisas revelam queda acentuada na popularidade do presidente e dos auxiliares diretos a exemplo dos ministros da educação e do responsável pelo meio ambiente.


Do DEM, PMDB e do PSDB pouco pode se esperar pelo desgaste popular e presença insignificante no cenário nacional. Os nomes de destaque dessas agremiações estão atolados no submundo da corrupção e desvio de finalidades políticas. Os partidos que compõem o centrão não demonstram musculatura suficiente para formação de um número significativo de prefeituras.


PT, PCdoB, PSB e Psol também com problemas os mais diversos lastreiam-se na militância e na experiencia de seus quadros com fortes influêcia nas comunidades universitárias, comunidades eclesiais de base, associações comunitárias e sindicatos de classe, seguimentos de defesa de direitos humanos, assim como, um legado vinculado a valoração do salário mínimo, programas de habitação (MCMV), complementação de renda (Bolsa Família) mais ainda com a martirização político-jurídica de Luiz Inácio Lula da Silva e as consequência em relação às  denúncias do Intercet em relação ao Vasa Jato.


As coisas podem ser mais claras a partir de janeiro próximo quando a avaliação dos atores e seguimentos políticos passem a oferecer mais indicadores para análise. Mesmo assim a dinâmica politica podem convergir para resultados esperados ou surpresas imagináveis.
Quem viver tirarão as dúvidas.


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é dirigente do Rede Sustentabilidade de Camaçari


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor

Mais Notícias

Matemos todos os políticos
Irmãos Vieira Lima serão julgados pelo Supremo na terça-feira
Filho de Bolsonaro comanda ´gabinete do ódio` no Planalto
Cesarianas aumentam riscos contágio de bebês por micróbios
Camaçarico 19 de setembro de 2019
ACM Neto cobra informações sobre a ponte Salvador-Itaparica
Fundos que gerenciam R$ 65 tri cobram cuidados com Amazônia
Aumenta o número de brasileiros que vão morar no exterior
Brasil usa pesticidas que a Europa proíbe em suas lavouras
Deputados retomam benesses com mudança da lei eleitoral


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL