Busca:

  Notícia
 
Cenário 2020


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é dirigente do Rede Sustentabilidade de Camaçari

A apreciação do quadro político nacional permite algumas considerações a partir da opinião de diversos estudiosos no assunto. De maneira geral o quadro é de muitas dúvidas.


O governo de Bolsonaro não construiu uma base parlamentar o que possibilita que a Câmara de Deputados e o Senado protagonizem as principais pautas de interesse do país com reflexos na política fiscal e na economia. As intervenções do presidente com relação a politica internacional e nacional, assim como, suas posições no que se refere ao princípio de autoridade, sentimentos de gêneros e comportamentais tem dividido as opiniões, inclusive no seio dos seus adeptos. Assim, é temerário falar em influencia decisória do governo federal nas eleições municipais de 2020 e ampliação dos partidos alinhados com a posição política do planalto central.


Os números das agências de pesquisas revelam queda acentuada na popularidade do presidente e dos auxiliares diretos a exemplo dos ministros da educação e do responsável pelo meio ambiente.


Do DEM, PMDB e do PSDB pouco pode se esperar pelo desgaste popular e presença insignificante no cenário nacional. Os nomes de destaque dessas agremiações estão atolados no submundo da corrupção e desvio de finalidades políticas. Os partidos que compõem o centrão não demonstram musculatura suficiente para formação de um número significativo de prefeituras.


PT, PCdoB, PSB e Psol também com problemas os mais diversos lastreiam-se na militância e na experiencia de seus quadros com fortes influêcia nas comunidades universitárias, comunidades eclesiais de base, associações comunitárias e sindicatos de classe, seguimentos de defesa de direitos humanos, assim como, um legado vinculado a valoração do salário mínimo, programas de habitação (MCMV), complementação de renda (Bolsa Família) mais ainda com a martirização político-jurídica de Luiz Inácio Lula da Silva e as consequência em relação às  denúncias do Intercet em relação ao Vasa Jato.


As coisas podem ser mais claras a partir de janeiro próximo quando a avaliação dos atores e seguimentos políticos passem a oferecer mais indicadores para análise. Mesmo assim a dinâmica politica podem convergir para resultados esperados ou surpresas imagináveis.
Quem viver tirarão as dúvidas.


Adelmo Borges adelmobs@terra.com.br é dirigente do Rede Sustentabilidade de Camaçari


Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade do autor

Mais Notícias

MP pede a conservação do corpo do ex-PM para novas perícias
Bolsonaro agride jornalista com insinuação sexual
Brasis: a diversidade que nos junta e nos separa
Governador diz que metrô não terá meia passagem aos domingos
Greve dos petroleiros completa 18 dias com queda de produção
Sobra de energia não reduz valor da tarifa para consumidor
Camaçarico 17 de fevereiro 2020
Coronel quer ser o candidato e critica Rui por escolha de major
Governo suspende a realização de novos concursos públicos
Cidadania é o 4º partido da base de apoio à reeleição de Elinaldo


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2020 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL