Busca:

  Notícia
 
Wagner, Otto e Coronel ignoram pedido de luto por João Gilberto


O pedido de decretação pelo Senado do luto oficial de três dias pela morte do cantor e compositor João Gilberto, não foi solicitado por nenhum dos 3 senadores baianos.  Solicitação que poderia ter sido feita por Jaques Wagner (PT) ou pelos pedessistas Otto Alrncar e Angelo Coronel, representanets da bancada  baiana no Senado, foi  encaminhado  à presidência do Senado pelo representante do Amapá, Randolfe Rodrigues (Rede). 


A decretação  de luto oficial  não foi feita pelo presidente Bolsonaro, que considerou ocriador do estilo musical mundialmente conhecido como Bossa Nova, falecido no último sábado, como uma “pessoa conhecida”, rejeitando a decretação de luto oficial no país por sua morte.


 Randolfe, que é líder da minoria no Senado, citou a Lei dos Símbolos Nacionais, que permite a decretação do luto oficial, e pediu que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), hasteasse a bandeira no Legislativo a meio pau durante três dias. O pedido foi submetido a votação e resultou também na decretação do luto oficial pela morte de João Gilberto.

Mais Notícias

Deputado critica Rui por mais mudanças na Previdência estadual
Novas mensagens mostram que Moro interferiu nas negociações
Liberação do saque do FGTS pode elevar PIB de 2019 para 1%
Faculdade particular vai poder revalidar diploma de médico
Amazon é investigada por usar informação de clientes
Brasil relembra tetracampeonato e retorno no voo da muamba
Nadadora baiana é a maior medalhista de maratona do mundo
Governo tenta reanimar economia com saque de até 35% do FGTS
Ministério Público começa a investigar Dallagnol e Pozzobon
Começa segunda-feira o cadastro para o transporte universitário


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL