Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 8 de julho 2019


Desconstrução O alcaide Antonio Elinaldo (DEM) já não é mais o mesmo. A constatação é de comerciantes instalados nas proximidades do conjunto de prédios históricos, formado pelo antigo cinema, estação de trens, e pelo casarão onde funcionou as sedes dos poderes Executivo e Legislativo, demolido recentemente sem aviso ou justificativa técnica (Confira), como parte do projeto de requalificação do centro antigo da cidade.


Desconstrução 2  Ameaçados de expulsão e sem garantias de novo espaço para manterem suas atividades, lembram dos tempos em que o vereador, muitas vezes acompanhado de familiares, parava para conversar. Sempre “colado e ajudando”,  até dava o “grau” no carro no lava-jato de Bililiu, que funcionava numa área entre o antigo cinema e o casarão demolido, disseram à Coluna antigos comerciantes.


Desconstrução 3 Decepcionados com a nova postura, esses mesmos microempresários lamentam a ausência do outrora “parceiro” que preferiu mandar seu vice-prefeito e pai da secretária de cultura, responsável pelo projeto, José Tude, para um encontro, quarta-feira (3), na Casa do Trabalho. Mesmo insatisfeitos com o alcaide, comerciantes ameaçados ainda esperam ouvir “da boca de Elinaldo”, como dizem, a garantia de que não serão prejudicados com a definição de um novo local para prosseguirem gerando emprego e renda. 


Fora da curva  A nomeação de Carlos Farani Paranhos de Azevedo, para o cargo de assessor especial I símbolo GAE I, apresenta movimentos e oscilações que sinalizam mais um mistério da atual gestão de Camaçari. Designado para a função que não fica distante da remuneração de um subsecretário, cerca de R$ 12 mil mensais, desde 7 de maio, conforme o Diário Oficial nº 1199, de 3 de julho deste ano, Carlos Farani, além de não ser visto no posto de trabalho, é conhecido por outra atividade.


Fora da curva 2 Uma rápida consulta na internet mostra que o doutor Farani é o dono da Farani Consultoria e Pesquisa. Empresa de pesquisa de mercado sediada em Vitória da Conquista, distante cerca de 500 quilômetros de Camaçari, foi criada em 2007 e segue em plena atividade, segundo o site Cadastro de Empresas do Brasil (Confira).


Fora da curva 3 Fontes da Coluna, acostumadas com o entra e sai no gabinete do alcaide, e sua estrutura de apoio, formada pela secretaria de governo (Segov) e demais espaços do andar de cima, não identificam o assessor no gráfico diário do poder. Ainda segundo pesquisas quantitativas e qualitativas desses mesmos habitués, o assessor além de não circular, não é visto atrás de nenhuma mesa instalada no prédio principal do centro administrativo.


Escadinha  A insatisfação com os atuais vereadores parece ser consenso entre significativa parcela das bases de apoio político, tanto nas bandas oposicionistas, como entre os governistas. Nessa onda de mudança começa a surgir na base do alcaide Antonio Elinaldo (DEM) um grupo de novas lideranças dispostas a ocupar esse espaço. Formado por comerciantes, profissionais liberais e estudantes, o “Renovação 2020”, como foi batizado, já reúne cerca de 40 pré-candidatos a vereador.


Escadinha 2 A baixa contribuição dos atuais vereadores ao avanço do processo político e seus reflexos na melhoria das condições de vida da população de Camaçari é uma das maiores queixas. Grupo que realizou seu 2º encontro domingo (7), em Arembepe, vem debatendo novos caminhos desde meados do mês passado, quando iniciou o movimento. Uma das propostas do “Renovação 2020” é justamente romper com o processo viciado na montagem das chapas de candidatos que só servem como apoio numérico para a renovação dos mandatos dos atuais vereadores.


Solidária  Errou quem imaginou que os cerca de 2.500 quilos de leite em pó arrecadados com o Forró do Abraço seriam destinados na sua totalidade a entidades de apoio e proteção à criança de Camaçari. Parte desses alimentos, recolhidos como ingresso solidário da festa realizada sábado (6), e com valor total estimado em mais de R$ 50 mil, será doada ao Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil (NACCI), de Salvador. 


Solidária 2  Organizada pelo projeto Abrace Camaçari, festa contou com shows dos artistas Bimbinho, Lincoln & Duas Medidas e Forró Virado no 70. Assim como os artistas, que abriram mão do cachê, todo o esquema de produção da festa não somou custos para o projeto de voluntariado comandado pela primeira-dama e esposa do alcaide do município, Ivana Paula.


Solidária 3  Esse leite, seguramente será bem vindo numa cidade com 25 mil famílias beneficiadas pelo Bolsa Família, algo em torno de 100 mil carentes, ou mais de 30% dos cerca de 300 mil habitantes do município. Consciente de que essa população com renda de até R$ 150,00 mensais é maior, a prefeitura criou uma versão municipal batizada de Bolsa Social. 


Solidária 4 Com praticamente os mesmos objetivos do programa federal de transferência de renda, o bolsa municipal, em fase de cadastramento dessa legião de carentes, tem como meta reforçar, prioritariamente, a renda familiar de outras tantas famílias que ainda não possuem o cartão verde e amarelo do governo federal. 


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


8/7/2019

Mais Notícias

Deputado critica Rui por mais mudanças na Previdência estadual
Novas mensagens mostram que Moro interferiu nas negociações
Liberação do saque do FGTS pode elevar PIB de 2019 para 1%
Faculdade particular vai poder revalidar diploma de médico
Amazon é investigada por usar informação de clientes
Brasil relembra tetracampeonato e retorno no voo da muamba
Nadadora baiana é a maior medalhista de maratona do mundo
Governo tenta reanimar economia com saque de até 35% do FGTS
Ministério Público começa a investigar Dallagnol e Pozzobon
Começa segunda-feira o cadastro para o transporte universitário


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL