Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 8 de julho 2019


Desconstrução O alcaide Antonio Elinaldo (DEM) já não é mais o mesmo. A constatação é de comerciantes instalados nas proximidades do conjunto de prédios históricos, formado pelo antigo cinema, estação de trens, e pelo casarão onde funcionou as sedes dos poderes Executivo e Legislativo, demolido recentemente sem aviso ou justificativa técnica (Confira), como parte do projeto de requalificação do centro antigo da cidade.


Desconstrução 2  Ameaçados de expulsão e sem garantias de novo espaço para manterem suas atividades, lembram dos tempos em que o vereador, muitas vezes acompanhado de familiares, parava para conversar. Sempre “colado e ajudando”,  até dava o “grau” no carro no lava-jato de Bililiu, que funcionava numa área entre o antigo cinema e o casarão demolido, disseram à Coluna antigos comerciantes.


Desconstrução 3 Decepcionados com a nova postura, esses mesmos microempresários lamentam a ausência do outrora “parceiro” que preferiu mandar seu vice-prefeito e pai da secretária de cultura, responsável pelo projeto, José Tude, para um encontro, quarta-feira (3), na Casa do Trabalho. Mesmo insatisfeitos com o alcaide, comerciantes ameaçados ainda esperam ouvir “da boca de Elinaldo”, como dizem, a garantia de que não serão prejudicados com a definição de um novo local para prosseguirem gerando emprego e renda. 


Fora da curva  A nomeação de Carlos Farani Paranhos de Azevedo, para o cargo de assessor especial I símbolo GAE I, apresenta movimentos e oscilações que sinalizam mais um mistério da atual gestão de Camaçari. Designado para a função que não fica distante da remuneração de um subsecretário, cerca de R$ 12 mil mensais, desde 7 de maio, conforme o Diário Oficial nº 1199, de 3 de julho deste ano, Carlos Farani, além de não ser visto no posto de trabalho, é conhecido por outra atividade.


Fora da curva 2 Uma rápida consulta na internet mostra que o doutor Farani é o dono da Farani Consultoria e Pesquisa. Empresa de pesquisa de mercado sediada em Vitória da Conquista, distante cerca de 500 quilômetros de Camaçari, foi criada em 2007 e segue em plena atividade, segundo o site Cadastro de Empresas do Brasil (Confira).


Fora da curva 3 Fontes da Coluna, acostumadas com o entra e sai no gabinete do alcaide, e sua estrutura de apoio, formada pela secretaria de governo (Segov) e demais espaços do andar de cima, não identificam o assessor no gráfico diário do poder. Ainda segundo pesquisas quantitativas e qualitativas desses mesmos habitués, o assessor além de não circular, não é visto atrás de nenhuma mesa instalada no prédio principal do centro administrativo.


Escadinha  A insatisfação com os atuais vereadores parece ser consenso entre significativa parcela das bases de apoio político, tanto nas bandas oposicionistas, como entre os governistas. Nessa onda de mudança começa a surgir na base do alcaide Antonio Elinaldo (DEM) um grupo de novas lideranças dispostas a ocupar esse espaço. Formado por comerciantes, profissionais liberais e estudantes, o “Renovação 2020”, como foi batizado, já reúne cerca de 40 pré-candidatos a vereador.


Escadinha 2 A baixa contribuição dos atuais vereadores ao avanço do processo político e seus reflexos na melhoria das condições de vida da população de Camaçari é uma das maiores queixas. Grupo que realizou seu 2º encontro domingo (7), em Arembepe, vem debatendo novos caminhos desde meados do mês passado, quando iniciou o movimento. Uma das propostas do “Renovação 2020” é justamente romper com o processo viciado na montagem das chapas de candidatos que só servem como apoio numérico para a renovação dos mandatos dos atuais vereadores.


Solidária  Errou quem imaginou que os cerca de 2.500 quilos de leite em pó arrecadados com o Forró do Abraço seriam destinados na sua totalidade a entidades de apoio e proteção à criança de Camaçari. Parte desses alimentos, recolhidos como ingresso solidário da festa realizada sábado (6), e com valor total estimado em mais de R$ 50 mil, será doada ao Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil (NACCI), de Salvador. 


Solidária 2  Organizada pelo projeto Abrace Camaçari, festa contou com shows dos artistas Bimbinho, Lincoln & Duas Medidas e Forró Virado no 70. Assim como os artistas, que abriram mão do cachê, todo o esquema de produção da festa não somou custos para o projeto de voluntariado comandado pela primeira-dama e esposa do alcaide do município, Ivana Paula.


Solidária 3  Esse leite, seguramente será bem vindo numa cidade com 25 mil famílias beneficiadas pelo Bolsa Família, algo em torno de 100 mil carentes, ou mais de 30% dos cerca de 300 mil habitantes do município. Consciente de que essa população com renda de até R$ 150,00 mensais é maior, a prefeitura criou uma versão municipal batizada de Bolsa Social. 


Solidária 4 Com praticamente os mesmos objetivos do programa federal de transferência de renda, o bolsa municipal, em fase de cadastramento dessa legião de carentes, tem como meta reforçar, prioritariamente, a renda familiar de outras tantas famílias que ainda não possuem o cartão verde e amarelo do governo federal. 


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


8/7/2019

Mais Notícias

Justiça manda suspender obras e vendas do Luar de Arembepe
Economista ligado ao agronegócio vai comandar o Incra
General fala em risco de ´convulsão social` antes de julgamento
Mais de 22 toneladas de óleo já foram retiradas de Salvador
STF começa a julgar se mantém ou acaba prisão em 2ª instância
Desigualdade aumenta no Brasil, diz estudo do IBGE
Obrigada por serem os melhores
SSP investiga atentado contra o deputado Soldado Prisco
Justiça manda interditar sedes das associações de PMs
Marcelo Odebrecht dá aula sobre boas práticas empresariais


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL