Busca:

  Notícia
 
Desaprovação ao governo Bolsonaro aumenta e supera os apoios


A desaprovação do Governo Jair Bolsonaro superou a aprovação pela primeira vez com 36,2% dos entrevistados consideram a gestão do presidente "ruim" ou "péssima". Já  os que cxonsideram "ótima" ou "boa"  chega a 28,6%. Os números são da pesquisa exclusiva da consultoria Atlas Político e mostram uma percepção positiva continua em queda desde abril, quando Bolsonaro completou 100 dias no poder, a desaprovação às decisões do Planalto subiu cinco pontos.


Para Andrei Roman, diretor do Atlas Político, o resultado, colhido entre os dias 19 e 21 de maio, não surpreende "dado o intenso noticiário negativo" a respeito do Governo nas últimas semanas, com repercussão dos cortes na Educação, que provocaram as primeiras manifestações nacionais contra Bolsonaro desde janeiro, a investigação sobre as finanças do filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro (86,3% disseram ter tomado conhecimento do caso e 54,3% dizem ser a favor de que ele seja preso), e os resultados econômicos ruins. A pesquisa, feita com 2.000 pessoas recrutadas na Internet e com amostra balanceada por meio de algoritmo, tem margem de erro de 2 pontos percentuais.


A pesquisa também perguntou aos eleitores sobre o tema que levou professores e estudantes às ruas na semana passada. No total, 51,5% da população é contra os cortes na Educação, que atingem em média 30% de todo o orçamento não obrigatório das universidades. A margem dos que apoiam a medida do Governo não é baixa: 45% dizem estar de acordo com o contingenciamento, que o Ministério da Educação diz ser obrigado a fazer por causa da crise fiscal ao passo que também critica ideologicamente as instituições.


No momento em que os problemas de governabilidade do gestão Bolsonaro ficam mais evidentes, 50,2% dos entrevistados não acredita que o Congresso pode eventualmente se decidir por abrir um processo de impeachment contra o presidente. Além disso, 49,4% seria contra essa possibilidade (contra os 38,1% que apoiam o "Fora, Bolsonaro").


A pesquisa também mostra que o político mais bem avaliado do Governo segue sendo o ministro da Justiça, Sérgio Moro, com 60% de aprovação, conforme revelou o Atlas Político em abril, de modo similar aos resultados encontrados pelo Instituto Datafolha. Entre as personalidades políticas pesquisadas, quem mais subiu na aprovação foi o ex-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT), que. no entanto, segue majoritariamente rejeitado pela população e atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, avaliado positivamente por 31% dos brasileiros. El País

Mais Notícias

Matemos todos os políticos
Irmãos Vieira Lima serão julgados pelo Supremo na terça-feira
Filho de Bolsonaro comanda ´gabinete do ódio` no Planalto
Cesarianas aumentam riscos contágio de bebês por micróbios
Camaçarico 19 de setembro de 2019
ACM Neto cobra informações sobre a ponte Salvador-Itaparica
Fundos que gerenciam R$ 65 tri cobram cuidados com Amazônia
Aumenta o número de brasileiros que vão morar no exterior
Brasil usa pesticidas que a Europa proíbe em suas lavouras
Deputados retomam benesses com mudança da lei eleitoral


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL