Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 19 janeiro 2019


Trator  Do jeito que Elinaldo vai 'embalado', só o ex-prefeito Caetano é capaz de fazer frente ao demista na disputa pela sucessão municipal em Camaçari de 2020. A declaração é de um caetanista puro sangue que não esconde a preocupação com o impedimento do chefe e o ajuste na gestão do atual alcaide, com um leque de obras e o azeitamento da máquina de cooptação de lideranças. 

Aperto  Mais cauteloso e evitando alarme sobre o potencial em crescimento do atual alcaide, outro importante colaborador caetanista dá praticamente  como  o mandato perdido e sinaliza que a briga agora é  tentar restabelecer os direitos políticos do chefe para que possa ser acomodado num cargo na gestão Rui Costa e dispute as eleições de 2020. Com a inelegibilidade, fruto da condenação com base na Lei Ficha Limpa, Caetano não fica apenas impedido de dispuitar eleição. Não pode ser nomeado para cargo público, muito menos pode participar de empresa que preste serviço a união, estado ou município. 

Versão  Diferente de  alguns aliados, o ex-prefeito Luiz Caetano (PT) segue otimista e garante que não apenas retoma o mandato, como vai disputar, ganhar as eleições, e se vingar do seu hoje algoz Antonio Elinaldo, de quem perdeu em 2016 por quase 30 mil votos de frente. O ainda deputado federal, já que fica sem mandato a partir de 1º de fevereiro, por decisão do TSE (veja nota Jab, abaixo), garante que seus questionamentos na justiça serão atendidos.


Versão 2  Caetano, que conversou com a Coluna durante o cortejo da lavagem de Monte Gordo, orla de Camaçari, também se esquiva sobre seu nome como a liderança condutora do processo sucessório de 2020. Econômico, fala da importância de Rui Costa nessa engenhgaria municipal, e diz que o governador prometer 'surpresa' para os proximos dias. Sobre acomodação de parte de seu grupo de assessores com a perda do mandato, o sempre hábil e gentil Caetano, desconversa. 

Jab  O deputado federal Luiz Caetano (PT) já aparece na relação dos parlamentares não eleitos para mais um mandato de 4 anos (2019/2022). Documento sobre a atualização do processo do parlamentar no TSE, datado de segunda-feira (14),  atualiza  a informação e  passa a constar o registro "candidato não eleito". 


Jab 2  Mesmo com a decisão do Tribunbal Superior Eleitoral de  considerar  sua candidatura impugnada, o nome do deputado ainda aparecia na relação da Justiça Eleitoral como um dos 39 representantes eleitos pela bancada da Bahia para a Câmara Federal. A vaga, como já havia decidido o TSE, será ocupada pelo ex-prefeito de Guanambi, Charles Fernandes (PSD).


Jab 3 O parlamentar e ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT) teve sua candidatura a reeleição impugnada por unanimidade  pelo TSE na sessão do dia 27 de novembro do ano passado, por crime de improbidade com o consequente enquadramento na Lei da Ficha Limpa. Caetano que chegou a receber  o diploma  de  deputado federal pelo Tribunal regional Eleitoral da Bahia (TRE), teve o documento  anulado por nova decisão do TSE.


Três em um  A  BA-528,  uma das  principais vias de ligação entre  a orla e a  sede de Camaçari, e por onde passam milhares de veículos por dia, continua inacabada e perigosa. A promessa do governador Rui Costa (PT) de dotar a pista de condições de segurança continua parcialmente no papel. Nos seus pouco mais de 20 quilôetros a via cetrel, como é mais conhecida, apresenta várias configurações como se fosse a contionuidade de muitas pistas distintas.


Três em um 2 No seu trecho  inicial, a partir da estrada do Coco (BA- ), apesar do bom asfalto, apresenta o trecho com maior risco. Sem acostamento, via que nesse trecho tem seu único conjunto residencial com centenas de moradias,  fica ainda mais perigoso  sem acostamento e com a siniosidade da pista que segue por mais cerca de 6 quilômetros quando  ganha acostamento e sinalização. Na etapa seguinte a Via Cetrel vira pista dupla, mas só por alguns quilômetros, até voltar a condição de estrada com estrutura mínima de segurança.


DNA  A lavagem da igreja de São Francisco de Assis, padroeiro de Monte Gordo ganhou imagem especial. Entre as mais de 30 baianas, uma se destacou durante  quase todo o cortejo. Na última sexta-feira (18), a garota Anna, 2 anos, nem sabia, mas já cumpria um ritual. A baianinha levada pela orgulhosa mamãe moradora de Monte Gordo, traz o sangue africano na veia. É filha de cidadão angolano.


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php 


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)


19/1/2019

Mais Notícias

Padrasto de Eva deve responder por mais de 10 crimes
Maioria dos brasileiros vai curtir o carnaval sem deixar o celular
Reforma da Previdência corta até vantagens de deputados
MP aciona Téo, Marcelino e Oziel por gasto excessivo de combustível
Camaçarico 22 fevereiro 2019
Pesquisa mostra Rui e ACM Neto com boa aprovação pelo eleitor
MP aciona médico do HGC por descumprir jornada de trabalho
PSDB alega falta de código de ética e perdoa Aécio e Azeredo
Reforma da Previdência vai afetar a renda dos mais ricos
Autoridades policiais confirmam 176 mortes em Brumadinho


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL