Busca:

  Notícia
 
Ceará entra no 11º dia de violência e ataques de bandidos


Criminosos derrubaram uma torre de transmissão de energia e explodiram uma bomba em uma concessionária de veículos no 11º dia seguido da onda de violência no Ceará. A ação contra a torre ocorreu na madrugada deste sábado (12), em Maracanaú, na Grande Fortaleza. Já o ataque à concessionária foi registrado nesta manhã, na capital. A onda de violência no estado já regsitra 194 ataques confirmados em 43 municípios. O Ministério da Justiça confirmou que, desde o início da sequência de crimes, 35 membros de facções criminosas foram transferidos para presídios federais.


De acordo com a Polícia Militar, nesta madrugada, parte da base de uma torre de transmissão no município de Maracanaú foi explodida e o equipamento caiu. Fios de energia ficaram espalhados na via próxima ao local, que está isolado por equipes policiais. Policiais contam com apoio de um helicóptero na busca dos suspeitos e para prevenir novos ataques.


Por conta do ataque, foram registrados relatos de queda e oscilação de energia em bairros de Fortaleza e cidades da Região Metropolitana como Cascavel, Eusébio, Maranguape, Itaitinga e Maracanaú.


A Enel Distribuição Ceará, contudo, informou, por meio de nota, que o ataque à torre de transmissão de 500KV pertencente à empresa de transmissão Sistema de Transmissão Nordeste (STN), em Maracanaú, não causou interrupção no fornecimento de energia para clientes da distribuidora. Equipes da Enel Distribuição Ceará e do Sistema de Transmissão Nordeste estão no local inspecionando a torre.


Em Fortaleza, criminosos provocaram uma explosão em uma concessionária na manhã deste sábado. Segundo informações da polícia, o ataque aconteceu por volta das 5h e atingiu parte da estrutura do estabelecimento, além de veículos que estavam no local. Não há registro de feridos. Os suspeitos fugiram e estão sendo procurados.


 


 


 


 


 


 


 


Criminosos atacam concessionária de veículos na Avenida Washington Soares em Fortaleza. — Foto: Rafaela Duarte/TV Diário


Nordeste>Ceara_2__container__" style="box-sizing: inherit; margin: auto; padding: 0px; border: 0pt none; font: inherit; vertical-align: baseline; width: 970px; max-width: 100%; text-align: center; height: 250px;">Nordeste>Ceara_2" title="3rd party ad content" name="" scrolling="no" marginwidth="0" marginheight="0" width="970" height="250" data-is-safeframe="true" sandbox="allow-forms allow-pointer-lock allow-popups allow-popups-to-escape-sandbox allow-same-origin allow-scripts allow-top-navigation-by-user-activation" data-google-container-id="5" data-load-complete="true" style="box-sizing: inherit; margin: 0px; padding: 0px; border-width: 0px; border-style: initial; font: inherit; vertical-align: bottom;">


 


Ações do estado contra a violência


 


A Secretaria da Segurança Pública do Ceará comunicou que 319 suspeitos de envolvimento nos crimes foram detidos. Os atentados começaram após o anúncio de medidas do governo para tornar mais rígida a fiscalização nos presídios cearenses.


O Governo do Estado promete acabar com a entrada de celulares nos presídios e com a divisão de facções dentro das unidades prisionais. O governador do Ceará, Camilo Santana, afirmou que “não há recuo”.


Camilo Santana também destacou que vai apresentar um projeto de lei que beneficia pessoas que denunciarem autores de ataquesviolentos no estado. O projeto será votado neste sábado (12), em uma sessão extraordinária, durante o recesso parlamentar.


A Lei da Recompensa prevê pagamento em dinheiro por informações repassadas pela população à polícia e que resultem na prevenção de atos criminosos e prisão de bandidos envolvidos nas ações.


 


Entenda o que está acontecendo no Ceará


 


 


O governo criou a secretaria de Administração Penitenciária e iniciou uma série de ações para combater o crime dentro dos presídios.O novo secretário, Mauro Albuquerque, coordenou a apreensão de celulares, drogas e armas em celas. Também disse que não reconhecia facções e que o estado iria parar de dividir presos conforme a filiação a grupos criminosos.Criminosos começaram a atacar ônibus e prédios públicos e privados. As ações começaram na Região Metropolitana e se espalharam pelo interior ao longo da semana.O governo pediu apoio da Força Nacional. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou o envio de tropas; 406 agentes da Força Nacional reforçam a segurança no estado.A população de Fortaleza e da Região Metropolitana sofre com interrupções frequentes no transporte público, com a falta de coleta de lixo e com o fechamento do comércio.Onda de violência afastou turistas e fez a ocupação hoteleira no estado cair de 85% para 65%.


 


Nordeste>Ceara_3__container__" style="box-sizing: inherit; margin: auto; padding: 0px; border: 0pt none; font: inherit; vertical-align: baseline; width: 970px; max-width: 100%; text-align: center;">Nordeste>Ceara_3" title="3rd party ad content" name="google_ads_iframe_/95377733/tvg_G1/Sua_Regiao>Nordeste>Ceara_3" width="970" height="250" scrolling="no" marginwidth="0" marginheight="0" frameborder="0" data-google-container-id="7" data-load-complete="true" style="box-sizing: inherit; margin: 0px; padding: 0px; border-width: 0px; border-style: initial; font: inherit; vertical-align: bottom;">ATAQUES NO CEARÁ


Onda de violência chega ao 10º dia


O que se sabe sobre a onda de violência


Veja a cronologia dos ataques


Chefe de facção é transferido de presídio


Força Nacional reforça segurança


Policiais fazem segurança em transporte público


Viaduto atingido por explosivos é escorado


Ataques trazem prejuízo e transtorno para população

Mais Notícias

Governo e Dow Química nada sabem sobre buraco na Ilha
Palocci diz que propina de usina bancou campanha de Haddad
MP investiga irregularidades com salários em 16 Assembleias
Camaçarico 19 janeiro 2019
Bolsonaro pode escolher reitor da Universidade do Recôncavo
Governo pode cortar benefício do INSS sem avisar beneficiário
Baterista e fundador do grupo O Rappa more aos 53 anos
Filho de Bolsonaro recebeu em 1 mês R$ 96 mil em depósitos
Policial do Bope é o principal suspeito pela morte de Marielle
Monte Gordo e Abrantes festejam padroeiros neste final de semana


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL