Busca:

  Notícia
 
Procuradora pede 120 anos de cadeia para os irmãos Vieira Lima


Raquel Dodge pediu 80 anos para Geddel e 48 anos para Lúcio

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu a condenação do ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima a 80 anos de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. Ela também pediu a condenação do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), pelos mesmos crimes, a 48 anos e 6 meses de prisão. Ele é irmão de Geddel e não conseguiu se reeleger nas últimas eleições. O pedido foi enviado ao STF nas alegações finais da ação relacionada aos R$ 51 milhões encontrados num apartamento de um amigo de Geddel, em Salvador.  


Em nota distribuída na quarta-feira (9), o advogado Gamil Föppel disse que a "defesa de Geddel Quadros Vieira Lima e Lúcio Quadros Vieira Lima lamenta que o Ministério Público tenha ignorado todas as provas produzidas na instrução processual e ofereça alegações finais lastreadas em vazias afirmações não comprovadas durante a instrução processual e em elementos de prova marcados por flagrante ilicitude". E que apresentará as alegações finais em breve. Föppel disse confiar na imparcialidade do Judiciário e que a análise dos autos resultará na absolvição de Geddel e Lúcio Vieira Lima. Agência Brasil

Mais Notícias

Governo e Dow Química nada sabem sobre buraco na Ilha
Palocci diz que propina de usina bancou campanha de Haddad
MP investiga irregularidades com salários em 16 Assembleias
Camaçarico 19 janeiro 2019
Bolsonaro pode escolher reitor da Universidade do Recôncavo
Governo pode cortar benefício do INSS sem avisar beneficiário
Baterista e fundador do grupo O Rappa more aos 53 anos
Filho de Bolsonaro recebeu em 1 mês R$ 96 mil em depósitos
Policial do Bope é o principal suspeito pela morte de Marielle
Monte Gordo e Abrantes festejam padroeiros neste final de semana


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL