Busca:

  Notícia
 
Ex-secretária de Camaçari recorre contra nova ação do MP


Juliana Paes é acusada de comandar um esquema de cobrança de propinas para liberação de obras em Camaçari

A ex-secretária de Desenvolvimento Urbano de Camaçari, Juliana Paes, entrou com agravo no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) contra a denúncia aceita contra ela por improbidade administrativa feita pelo MInistério Público Estadual.  Pela denúncia do MP, a ex-secretária, seu marido Aridã de Souza Carneiro, e mais 5 pessoas, a maioria servidores públicos são acusados de formação de  quadrilha e uso da máquina pública para obter benefícios pessoais.  


Segundo o promotor de Justiça do MPE de Camaçari,  Everardo Yunes, eles formam organização criminosa que cobrava propinas de empresas e investidores interessados na aprovação de empreendimentos imobiliários de médio e alto luxo no município. 


Para Juliana, que se mostrou surpreso com a nova denúncia, o pedido do MPE  já havia sido  recusada em fevereiro deste ano, pelo juiz Ricardo Dias de Medeiros Netto, da 1ª Vara Criminal de Camaçari. Lembra que a 1ª Câmara Criminal do TJ-BA também rejeitou a denúncia em julho. 


Além de Juliana Paes e Aridã Carneiro, são réus os servidores Heverton Andrade Ferreira, Epaminonda Lázaro Pereira Daltro, Ricardo Assis de Sá e Marcelo Soares Nascimento, e o engenheiro ambiental Carlos Jean Santos Souza. Conforme a ação, o marido da secretária Aridã mantinha dentro da Secretaria uma sala na qual, apresentando-se como servidor público, recebia empresários para negociar a expedição de alvarás para construção de empreendimentos imobiliários, sob a contrapartida de pagamentos de propina que, em alguns casos, chegou ao valor de R$ 150 mil.

Mais Notícias

Gilmar Mendes nega recurso e Caetano fica inelegível
MP não quer uso de drones durante o carnaval de Salvador
TJ-BA compra mais leite em pó que toda rede municipal da capital
Quase metade dos baianos está com restrição de crédito
Previdência quer cobrar mais de quem ganha mais
Previdência vai pagar R$ 400 a idoso em extrema pobreza
Reforma da Previdência começa a tramitar no Congresso
Camaçarico 20 fevereiro 2019
Flamengo se recusa a indenizar vítimas do incêndio no alojamento
Jogador brasileiro é tratado como mercadoria, diz procuradora


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL