Busca:

  Notícia
 
Ex-secretária de Camaçari recorre contra nova ação do MP


Juliana Paes é acusada de comandar um esquema de cobrança de propinas para liberação de obras em Camaçari

A ex-secretária de Desenvolvimento Urbano de Camaçari, Juliana Paes, entrou com agravo no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) contra a denúncia aceita contra ela por improbidade administrativa feita pelo MInistério Público Estadual.  Pela denúncia do MP, a ex-secretária, seu marido Aridã de Souza Carneiro, e mais 5 pessoas, a maioria servidores públicos são acusados de formação de  quadrilha e uso da máquina pública para obter benefícios pessoais.  


Segundo o promotor de Justiça do MPE de Camaçari,  Everardo Yunes, eles formam organização criminosa que cobrava propinas de empresas e investidores interessados na aprovação de empreendimentos imobiliários de médio e alto luxo no município. 


Para Juliana, que se mostrou surpreso com a nova denúncia, o pedido do MPE  já havia sido  recusada em fevereiro deste ano, pelo juiz Ricardo Dias de Medeiros Netto, da 1ª Vara Criminal de Camaçari. Lembra que a 1ª Câmara Criminal do TJ-BA também rejeitou a denúncia em julho. 


Além de Juliana Paes e Aridã Carneiro, são réus os servidores Heverton Andrade Ferreira, Epaminonda Lázaro Pereira Daltro, Ricardo Assis de Sá e Marcelo Soares Nascimento, e o engenheiro ambiental Carlos Jean Santos Souza. Conforme a ação, o marido da secretária Aridã mantinha dentro da Secretaria uma sala na qual, apresentando-se como servidor público, recebia empresários para negociar a expedição de alvarás para construção de empreendimentos imobiliários, sob a contrapartida de pagamentos de propina que, em alguns casos, chegou ao valor de R$ 150 mil.

Mais Notícias

Amazonia perde por dia cerca de 190 mil metros quadrados de mata
Governo recua e proíbe porte de fuzil por cidadãos comuns
Governo aumenta conta de luz através do aumento das bandeiras
Rui diz que não tem mais o que negociar com professor
Desaprovação ao governo Bolsonaro aumenta e supera os apoios
Justiça nega pedido e Elinaldo segue réu em processo penal
Sinjorba lança manifesto pelo fortalecimento dos jornalistas
Adolescente negro tem mais chance de cometer suicídio
Zé Dirceu divide cela com Eduardo Cunha e João Vaccari
Decreto de Bolsonaro libera fuzil semiautomático, diz fabricante


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL