Busca:

  Notícia
 
Crise reduz número de empregos com carteira assinada em 2018


O Brasil pode fechar o ano de 2018 com cerca de 500 mil empregos com carteira a menos que o previsto. Embora o número de vagas com carteira assinada seja positivo no ano, o ritmo de contratações tem mostrado forte desaceleração nos últimos 3 meses. No início de 2018, o ritmo de geração de vagas no mercado formal de trabalho era compatível com algo perto de 750 mil novos postos neste ano, mas desde março a desaceleração do mercado pode  gerar apenas um saldo  positivo de apenas 220 mil vagas com carteira.


O número, que representa 20%  do previsto, é considerado pífio por economistas. O levantamento é da LCA Consultores com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), feito com exclusividade para a Folha. "No começo do ano, não parecia irreal um saldo de 1 milhão de novas vagas em 2018, dado o que se previa para a economia", diz Cosmo Donato, economista da LCA. Donato revisou suas projeções e agora espera a criação de 500 mil novas vagas com carteira neste ano.


As contas do economista Marcelo Gazzano, da consultoria ACPastore, também apontam para uma deterioração importante da geração de vagas com carteira assinada. Segundo Gazzano, a média de 40 mil vagas criadas entre outubro e dezembro caiu para uma média de 24 mil vagas entre março e maio. Como foram perdidos 3 milhões de postos formais durante a crise, mantido o ritmo atual, o mercado de trabalho levaria nada menos do que 10 anos para se recompor. Para fazer este tipo de previsão, os especialistas em mercado de trabalho não usam os dados brutos do Caged, mas lançam mão de um ajuste estatístico (conhecido como dado dessazonalizado).

Mais Notícias

Mais de 30% dos municípios vão fechar 2018 no vermelho
Jorge Curvelo é eleito presidente do Legislativo de Camaçari
ONG ligada a futura ministra é acusada de incitar ódio a indígenas
Cerca de 30% dos inscritos no Mais Médicos não se apresentaram
Funcionária de filho de Bolsonaro repassou 99% do salário
Temer decreta a extradição do italiano Cesare Batisti
Cerca de 3 mil ainda não se apresentaram no Mais Médicos
Justiça brasileira manda prender Battisti e prepara extradição
General diz que vereadora Marielle foi assassinada por milicianos
Bahia está entre os estados com situação financeira difícil


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL