Busca:

  Notícia
 
Arriscar a vida em outro país é desejo de 43% dos brasileiros


Pesquisa por faixa etária. Clique na imagem para ampliar

Pesquisa feita em todo o Brasil, no mês passado, pelo instituto Datafolha, mostra que  43% da população adulta manifestou desejo de sair do país. Entre os que têm de 16 a 24 anos, a porcentagem vai a 62% e representam 19 milhões de pessoas nessa faixa etária. 


Não só os jovens querem ir embora. Há maioria também entre os que têm ensino superior (56%) e na classe A/B (51%). Soma desses grupos equivalem a cerca de 70 milhões de  brasileiros  com 16 anos ou mais.


Os Estados Unidos continuam sendo o país preferido pelos brasileiros. Para 14% o país comandado  popr Donald Trump é a melhor opção, seguido de Portugal, com 8%, Canadá (3%). França, Espanha e Ingçaterra aparecem com 2%. O êxodo não fica apenas na intenção. O número de vistos para imigrantes brasileiros nos EUA, país preferido dos que querem se mudar, foi a 3.366 em 2017, o dobro de 2008, início da crise global. Só no consulado de Portugal, em São Paulo, houve 50 mil concessões desde 2016. No mesmo período, dobrou o número de vistos para estudantes, empreendedores e aposentados que pretendem fixar residência em Portugal.


“Não quero virar Uber nem vender brigadeiros. Trabalho com arte há 30 anos e estou em plena fase produtiva. Não faz sentido ficar só porque sou brasileira e não desisto nunca.” disse a produtora Cássia Andrade, 45, que vendeu seu apartamento e embarca para o Canadá até agosto, mas não vai romper todos os vínculos  de atividades profissionais com seu país. Essa possibilidade de continuar atuando no Brasil mesmo de fora é um dos fenômenos que atenuam a chamada “fuga de cérebros”, afirma Marcos Fernandes, pesquisador do Cepesp FGV. Na área acadêmica, os brasileiros passam a trabalhar na fronteira do conhecimento, e exportam esse conhecimento para o Brasil por meio de parcerias e projetos individuais. Com informações do jornal Folha de São Paulo

Mais Notícias

MP pede a dissolução da Odebrecht e de outras 4 empreiteiras
Segurança e economia são os temas mais debatidos no Facebook
Guardar moeda no cofrinho é pratica de 1 em cada 4 brasileiros
Ministério da Fazenda critica modelo de reajuste nos planos de saúde
Camaçari cria distritos sanitários para melhorar atendimento
Taxa de mortalidade infantil volta a aumentar na Bahia
Lula volta a criticar Justiça e diz que será candidato
Geddel perde regalias com transferência para segurança máxima
Camaçarico 19 de julho 2018
Estudante brasileiro tira nota baixa em avaliação internacional


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL