Busca:

  Notícia
 
Camaçarico 15 de maio 2018


Projétil A nomeação da ex-prefeita de Candeias e ex-presidente da Câmara de Vereadores da cidade vizinha, para o cargo de sub-secretária da pasta de desenvolvimento social e cidadania de Camaçari (Sedes), parece ser o carimbo que faltava para enterrar de vez qualquer pretensão da gestão do alcaide Antonio Elinaldo mostrar que quer fazer diferente dos antecessores. 


Projétil 2  Indicar a Sra. Maria Célia de Jesus Magalhães Ramos, conhecida  como Amiga Ju, prefeita cassada pela Justiça Eleitoral e condenada a 8 anos de afastamento de qualquer função pública por compra de votos, soa como deboche.  Na contramão do discurso de moralidade que lhe garantiu a eleição, o alcaide dá mais um tiro no próprio pé ao  nomear uma pessoa que não tem a menor condição de assumir qualquer cargo público. 


Projétil 3  Ao reconduzir uma ex-ficha suja, se é que existe borracha para apagar esse tipo de crime contra o bem público, o prefeito Elinaldo mostra que se distancia das suas promessas de assumir o controle da máquina municipal aplicando a transparência e a moralidade. 


Projétil 4  A nomeação da Amiga Ju não passa de mais um capricho político de seus aliados descompromissados com a cidade, de olho apenas nos dividendos eleitorais nas urnas de outubro, que o salário de pouco mais de R$ 12 mil renderão com a aquisição da ex-PR e agora demista na sua base eleitoral, a cidade de Candeias. 


Projétil 5 Mesmo anunciada durante reunião com técnicos da Sedes, na manhã desta terça-feira (15), a Amiga Ju ainda é subsecretária virtual. Sua nomeação não foi publicada no Diário Oficial. Portanto, ainda é tempo para que o alcaide Elinaldo desfaça muito mais que um simples equívoco. Nomear Amiga Ju, ou qualquer outro ficha-suja, ou ex-ficha-suja, como queira, é um afronta e só faz ampliar a  sua lista de equívocos nesses quase 17 meses de gestão. 


Confira todas as Colunas acessando o link    http://www.camacariagora.com.br/camacari.php


João Leite Filho joaoleite01@gmail.com (Editor)
15/5/2018

Mais Notícias

AMB diz que decisão de Cuba sobre Mais Médicos é retaliação
Justiça censura Globo e proíbe notícias sobre caso Marielle
Lula recebe 572 visitas em 6 meses de prisão em Curitiba
Fim do Mais Médicos pode deixar mais de 600 cidades desassistidas
Justiça proíbe apreensão de carro com IPVA atrasado
Ministro de Temer critica proposta de repasse para governadores
Brasil pode perder 11 mil médicos caso o Revalida seja exigido
Promoção da Black Friday pode ser armadilha para consumidor
Moro antecipa exoneração para evitar novos desgastes
Brasil registra quase metade dos feminicídios da América Latina


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL