Busca:

  Notícia
 
Joaquim Barbosa desiste da disputa presidencial


O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa afirmou, na manhã desta terça-feira (8/5), em seu Twitter que não será mais candidato à Presidência da República na disputa eleitoral deste ano. "Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal", informou o ex-ministro em sua conta na rede social.


Em abril, após uma série de idas e vindas em torno da decisão de entrar para a política, Barbosa anunciou sua filiação ao PSB. Primeiro negro a ocupar uma cadeira na mais alta corte da Justiça, ele foi relator do mensalão, que condenou 24 réus, entre eles o ex-ministro da Casa Civil de Lula, José Dirceu. No meio político há quem diga que ele foi o "primeiro Moro", em referência ao juiz Sérgio Moro, que ganhou notoriedade durante a operação Lava-Jato.


Em abril, Barbosa apareceu em quarto lugar na pesquisa Datafolha, com 8% das intenções de voto no cenário com Lula candidato, atrás de Jair Bolsonaro (PSL), com 15%, e de Marina Silva (Rede), com 10%. Sem Lula na disputa, Barbosa passa a terceira colocação, com 9% das intenções de votos, empatado com Ciro Gomes. Fica apenas atrás de Jair Bolsonaro, com 17%, e de Marina, com 15%, que passa a ter empate técnico com o deputado do PSL e aparece como a principal beneficiada pela migração de votos do petista.


O PSB, partido que o abrigou, já vinha manifestando nos bastidores preocupação com o fato de ele ser neófito na política e ter um temperamento explosivo. Traumatizada com o fracasso da última candidatura presidencial, a sigla teme reviver problemas semelhantes aos que enfrentou com Marina Silva, cuja inflexibilidade atrapalhou a conquista de apoios no pleito de 2014.

Mais Notícias

Ministro do STF diz que inquérito sobre fake news é 'natimorto'
Cerca de 20% da população adulta de Camaçari é hipertensa
Concurso para o projeto 'Morro da Manteiga' inscreve até junho
Polícia apreende papagaio por ser 'informante' do tráfico
Brasil fecha 43 mil postos de trabalho com carteira em março
Governo Bolsonaro é considerado entre 'ótimo' e 'regular' por 61%
TSE nega pedido e mantém Caetano sem mandato de deputado
STJ reduz pena de Lula que pode ir para o semiaberto em setembro
Últimas cartadas
Ex-ministra diz que situação do Judiciário Baiano é 'preocupante'


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2019 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL