Busca:

  Notícia
 
Indústria de transformação retoma capacidade de produção

Pouco mais da metade (52,4%) dos setores da indústria de transformação já voltaou ou está perto de voltar ao padrão histórico de ocupação da capacidade das fábricas. Segundo a Confederação Nacional da Indústria  (CNI) a ocupação das linhas de produção vem acontecendo de forma gradual e ainda há pesos-pesados, como as indústrias de automóveis e metalúrgica, entre os retardatários do processo. Desde novembro, a indústria vem usando por volta de 78% de sua capacidade produtiva, um nível de aproveitamento que não era visto havia 20 meses. 


Com isso, alguns setores já voltaram a operar dentro de um nível considerado normal de utilização da capacidade produtiva. Números calculados pela CNI mostram que, entre novembro e fevereiro, 5 dos 21 ramos da indústria de transformação operaram em patamar parecido ou até acima da média histórica de uso da capacidade instalada. A CNI cita as indústrias de papel e celulose e farmacêutica. Outros 6 setores,  numa lista que inclui as fábricas de produtos têxteis, de vestuário e de móveis – estão perto de voltar à normalidade, apresentando uma ociosidade inferior a 1% em relação à média histórica. 


Abaixo dessa “linha d’água”, 10 atividades estão mais longe de resolver a questão da ociosidade deixada pela crise. Esse grupo inclui setores de grande peso na atividade industrial, casos das indústrias automobilística, metalúrgica e de produtos químicos, assim como os fabricantes de alimentos e bebidas. Somados à indústria de máquinas e equipamentos, e a outros ramos também presentes nessa lista, representam 41% do PIB industrial.


“Ninguém quer administrar novamente uma situação de excesso de estoque nos pátios das fábricas porque isso significa grande prejuízo. Para religar máquinas e contratar mais, as empresas precisam ter certeza sobre o que vem pela frente”, disse disse Marcelo Azevedo, economista da CNI.

Mais Notícias

Candidata do PSTU defende desapropriação de empresas
Julgamento de Almiro Sena vai para a Justiça de 1ª instância
Supremo aceita queixa de Caetano Veloso contra Feliciano
Prazo para acerto de contas com o leão do IR termina segunda
Justiça de Minas confirma pena, mas não manda prender Azeredo
STF tira de Moro parte das delações da Odebrecht que citam Lula
Ivete faz carnaval exclusivo domingo entre Ondina e Barra
Bahia tem servidor com salário abaixo do mínimo, diz Fetrab
Camaçari quer vacinar 54 mil pessoas contra gripe
Mais de 58 mil brasileiros possuem foro especial


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL