Busca:






Cleiton Pereira


Projetos, Verbas, promessas... ACM NETO e ADEMAR: Quem avança e quem parou!



Em junho, como sabemos, ocorreram as manifestações em todo o Brasil, que tinha como bandeira principal a melhoria dos sistemas de transportes públicos. O que era briga em razão de R$0.20 no aumento da tarifa de ônibus, se tornou um "despertador" para o "sono do gigante".


No auge das manifestações a Presidente Dilma chegou a prometer 50 BILHÕES de reais em investimentos na área de Mobilidade Urbana nas médias e grandes cidades. Entretanto, bastou acalmassem os gritos por mais dignidade, que o governo petista deu 4 passos para trás. Dos R$50 Bi prometidos, agora o governo recuou através da Ministra Miriam Belchior (Ministério do Planejamento), para R$13,4 Bi no mês de outubro. Diminuindo quase 4/5 do valor ora prometido. Será que a situação dos transportes públicos e de infraestrutura viária melhorou tanto assim, de lá para cá, para ter cortado a verba que daria um "up-grade" no setor de Mobilidade?


Diante dessa diminuição, o Prefeito de Salvador ACM NETO (DEM) não mediu esforços em correr atrás de uma fatia acentuada desses valores, e, aproveitou muito da incapacidade técnica de gestores municipais de várias cidades brasileiras, a exemplo de Camaçari, para garantir um total de R$ 5,6 Bi para a capital baiana até 2016. A garantia se deu pela apresentação de projetos de infraestrutura de Mobilidade Urbana, que tivessem bons estudos técnicos e planejamento de execução confiáveis. A equipe do edil trabalhou plenamente para satisfazer as exigências do governo federal, superando as expectativas e intrigas políticas, e se tornou a cidade brasileira a receber mais verbas do chamado PAC da Mobilidade.


Obras de médio e grande porte transformarão Salvador em uma cidade melhor trafegável, digna e bonita. Revitalização da Orla (Barra, Rio Vermelho, Ribeira, Amaralina, etc) vão gerar maior atrativo turístico e orgulho ao povo soteropolitano. Dentre os projetos apresentados e garantidos está a extensão da linha 2 do metrô até a cidade de Lauro de Freitas, implantação do BRT (Bus Rapid Transit) e VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) na Cidade Baixa.


Enquanto isso, cidades ligadas ao PT, como nossa amada Camaçari, ficarão "de fora" por não apresentar projetos (nem bons, nem ruins) de mobilidade, passando a aparência que o trânsito e o transporte de nosso município está "as mil maravilhas"... ficando com a rebarba do projeto apresentado pelo Governo Estadual, que prevê a implantação futuramente do VLT, que sairá do Bairro do Comércio(Salvador) passando por Simões Filho, Candeias, Camaçari, chegando até o município de Dias D'ávila, divulgado pelo Secretário da Casa Civil Rui Costa em entrevista a uma rádio.

Até lá ficaremos a ver navios, por conta da incapacidade técnica do grupo político do Prefeito Ademar, que tem uma "penca" de coligados partidários de diversas legendas, que só sabe fazer peso na folha de pagamento da prefeitura. Pois, no momento do trabalho técnico e da articulação política, demonstram plena ineficiência e insuficiência governamental, mesmo tendo um secretário só para tratar desses assuntos, que passa mais tempo em Brasília (DF) do que em Camaçari.


Destarte, podemos comemorar o legado deixado pelo ex-prefeito, que iniciou as obras de revitalização, digo: urbanização, do esgoto a céu aberto chamado de Rio Camaçari. Contudo, como se trata de uma via com diversos "gargalos" em seu percurso, exigirá preparo técnico para o órgão responsável pelo ordenamento viário municipal, para cuidar para que decisões políticas não atrapalhem no REORDENAMENTO das Radiais (A.B e C) que cruzam os trechos em obras. Assim como, outras vias, que terão que ser modificadas para não somente transferir congestionamentos de um ponto ao outro. Criando junto com novas vias, novos hábitos à população, e que esta aceite o processo modificatório com naturalidade e confiança. O aproveitamento da obra de urbanização no trecho dos 46 ao Buris de Satuba poderia contar com duplicação e ampliação da ponte que liga o bairro Camaçari de Dentro (na altura do antigo chafariz) com o Phoc II, para dar uma nova opção  e mais rápida, a quem vai se deslocar para os bairros da Gleba C, Gleba E, Phoc's I e III, Parque Verde I e II, e outros naquela direção.


O difícil é a base governista chegar à conclusão que não dá para gerir a administração somente com acordo políticos e conchavos. Capacidade técnica para elaboração e execução de  bons projetos é o pilar principal para uma cidade agradável de se morar, trabalhar e viver. Vamos acompanhar para ver se estarei equivocado, ou antecipado aos fatos.


Cleiton S. Pereira cleitonmpe@hotmail.com  é  especializando em Gestão de Transportes e Trânsito pela UFBA, diretor da Sociedade Educativa Águias do Trânsito e Agente de Trânsito da Superintendência de Trânsito e Transporte Público de Camaçari - STT


 


 
Últimas Publicações

Mobilidade em Camaçari? Quando? Onde?
Falta de educação e mortes no trânsito: de quem é a culpa?
Reduzir para acalmar: O que melhora no Transporte Público Coletivo?
Prefeitura descumpre TAC do Transporte Público e insiste na mentira!
Arrecadação de multas é prioridade!?
Projetos, Verbas, promessas... ACM NETO e ADEMAR: Quem avança e quem parou!
Quem fiscaliza a STT?
STT sem 'competência' para multar!
Greve na STT e seus culpados
Funcionalismo público falido
Os principais de Camaçari: Bira, Elinaldo, Luiza e Tude
Cadê o asfalto de Camaçari, que hoje é só buraco e remendo?
Novos trilhos para Camaçari ser uma só
"Água e Óleo: DEM X PT"
O Partido Verde está 'desmatando' Camaçari
Seja bem-vindo, comandante
'Lei Seca' começa a valer em Camaçari...
O pior inimigo de Elinaldo
A Decadência Petista, também em Camaçari
O "protesto" na quinta-feira e o PT


inicio   |   quem somos   |   gente   |   cordel   |   política e políticos   |   entrevista   |   eventos & agenda cultural   |   colunistas   |   fale conosco

©2018 Todos Direitos Reservados - Camaçari Agora - Desenvolvimento: EL